O biruta político Ivan Júnior, passou esse ano todo jogando pedras para cima dos SOARES. Acho que começam algumas dessas caírem na cabeça dele. Vejamos.

A obra da PONTE DO ASSÚ, todos sabem que foi uma luta reivindicatória do DEP. GEORGE SOARES. Todos sabem! Agora a obra está chegando ao seu final. O biruta político Ivan Júnior está inconformado com a vitória do Deputado George Soares em mais uma luta de sucesso. ASSIM, COMO ESTÃO VITORIOSOS TODOS QUE LUTARAM (DNIT, MPF, MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES, GOVERNO FEDERAL, CONGRESSO FEDERAL, FUNCIONÁRIOS, TRABALHADORES, ETC).

O único que não tem o que comemorar É O IVAN JÚNIOR. Curioso, falam que está sem dormir com o sucesso político dos filhos de Ronaldo, que estendeu suas mãos ao Ivan, em um momento difícil da vida
desse sujeito.

Agora usa pessoas para atacar os SOARES. Olha, vocês estão dando informações mentirosas. Isso é ruim, se complicar, nem Advogado ele arranja pra vocês (cabritada).

Hoje mesmo, o blog mentiroso do além, mentiu em uma matéria, pois esse dinheiro citado foi investido em benefício dos atletas de Taekwondo, pagando a viagem deles. O Dr. Gustavo faz muito bem em cuidar do futuro desses jovens.

Ivan Júnior selecionou a FAMÍLIA DELE POR R$ 886 mil reais. Só cuidou
da família e a vocês, cabritada… Nada!

O pai do Ivan Júnior, ainda hoje recebe dinheiro da PMA, dizem que é uns 10 mil reais todo mês e bota uns ‘trouxas’ para ser bucha de canhão.

Por isso, admiro Ronaldo Soares. Ele mesmo diz, ele mesmo faz. Me falou que em janeiro vai para o embate com o Ivan Júnior e vai ser forte.

Me chega agora uma notícia. Não vou comentá-la. Mas, o Ivan Júnior levou o Dep. Nelter Queiroz para o Assú, para atacar os SOARES. Vocês vejam se Ivan Júnior vai assinar uma nota de solidariedade para o Deputado Nelter Queiroz nesse momento difícil sobre o envolvimento do seu filho. Vou esperar para ler. Abs, Eridu.

No Diário Oficial do Município do dia 06 de dezembro corrente se observou a publicação do ato de homologação e adjudicação com a assinatura do prefeito do Assú, Gustavo Montenegro Soares, com referência ao resultado da Concorrência Pública nº 004/2019.

O certame teve por finalidade a contratação de empresa do ramo da construção civil para executar obras de reforma e ampliação das escolas municipais Nair Fernandes Rodrigues, Janduís e Luiza de França.

Os três lotes submetidos ao processo de licitação pública foram vencidos pela empresa Inove Construções Ltda. EPP.

O valor total do investimento é de R$ 291.748,68 assim dividido: Lote 1, R$ 158.033,89; Lote 2, R$ 34.240,20; e, Lote 3, R$ 99.474,59.

A secretária de Educação e Cultura, Shirley Pinto, explica que o empreendimento faz parte da ação determinada pelo prefeito Gustavo Soares e que compreenderá os mais de trinta estabelecimentos educacionais, nas áreas urbana e rural.

Esta realização foi iniciada pela Escola Municipal Professora Maria Neuda Bezerra, no conjunto Parati 2000, orçada em R$ 556.473,53.

O segundo estágio abrange a Escola Municipal Mateus da Rocha (foto), na comunidade rural de Trapiá, orçada em R$ 342.436,03.

O juiz Marcelo Monteiro, da Justiça Federal em Brasília, atendeu a um pedido do MPF e derrubou a determinação de Jair Bolsonaro que, em agosto, suspendeu o uso dos radares móveis nas rodovias federais, registra Lauro Jardim.

A liminar dá 72 horas para a Polícia Rodoviária Federal restabelecer o funcionamento dos radares e impõe à União uma multa de R$ 50 mil por dia de atraso.


O crédito, em pleno período natalino, está sendo disponibilizado nesta quinta-feira (12), conforme anunciado pessoalmente pelo gestor.Depois de liberar 40% do 13º salário em junho, durante o período do São João, festa maior do Assú, o prefeito Gustavo Montenegro Soares determinou nesta quarta-feira (11), a liberação dos 60% complementares da 13ª parcela salarial para todos os servidores públicos municipais.

Segundo números confirmados pela secretária municipal de Finanças, Ceiça Bezerra, a folha totaliza R$ 1,6 milhão.

Tenho dito que conduzir uma gestão que se pauta pelo equilíbrio, honestidade, respeito, credibilidade, seriedade e compromisso nos permite o privilégio de garantir uma série de atitudes administrativas importantes. É por termos uma Prefeitura que se norteia por estes princípios que aqui enumerei que posso vir aqui agora anunciar a antecipação dos 60% complementares do 13º salário de todo o nosso querido funcionalismo público”, declarou o prefeito Gustavo Soares.

Assim como fizemos em junho, mês do nosso São João, quando autorizamos o pagamento de 40% do 13º salário para todo o conjunto dos servidores, agora, mês do natal, estamos autorizando a antecipação dos 60% restantes, que serão pagos nesta quinta-feira, 12 de dezembro. É uma soma total de 1,6 milhão de reais que será útil para incrementar nossa economia e, sobretudo, um gesto de valorização do nosso governo para com todos os trabalhadores e trabalhadoras do município do Assú”, completou o chefe do Executivo.

Um felino, provavelmente, um gato selvagem, foi capturado nesta quarta-feira(11) dentro de um estabelecimento no centro de Mossoró. Conforme imagens, o bicho deu uma trabalheira a Polícia Ambiental, e chamou a atenção de populares diante de sua “visita” inusitada.

A senadora Zenaide Maia confirmou presença no evento em homenagem aos 60 anos do livro “O Arado, de Zila Mamede”, que será realizado pelo Senado Federal em parceria com a Fundação José Augusto (FJA) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no próximo dia 13 de dezembro, às 9h, na Biblioteca Central da UFRN. O Senado irá lançar a reedição de duas obras marcantes da literatura potiguar e nacional: “O Arado”, de Zila Mamede, e “Opúsculo Humanitário”, de Nísia Floresta.

Zila Mamede (1928-1985), que dá nome à Biblioteca, é paraibana, mas sua trajetória se deu em Natal. Já Nísia Floresta (1810-1885) nasceu a 40 quilômetros da capital potiguar, na antiga cidade de Papari, que hoje leva seu nome.

O livro “O Arado”, de 1959 – completou 60 anos em setembro – teve prefácio de Luís da Câmara Cascudo, e traz 19 poemas de Zila Mamede. Um deles, “Banho Rural”, foi catalogado pelo crítico e curador literário Ítalo Moriconi como um dos cem melhores poemas brasileiros do século 20.

Já “Opúsculo Humanitário”, de 1865, que também será relançado, é o terceiro volume da Coleção Escritoras do Brasil, do Senado, que resgata autoras de vasta produção intelectual entre os séculos 19 e 20 e que não tiveram o merecido reconhecimento, à época, pela condição de gênero. É o caso de Nísia Floresta, considerada a primeira feminista do país, militante pela educação de mulheres, pela causa indígena e contra a escravidão.

Programação – Além da reedição das duas obras, o evento que começa às 9h do dia 13/12 no Campus da UFRN, em Natal, inclui a leitura da “Folha Poética”, com poemas e homenagens à autora, e a apresentação do poeta Marciano Medeiros e de seu cordel “História de Zila Mamede”. Também está prevista participação da cantora paraibana Socorro Lira, que interpreta músicas inspiradas na obra da poetisa.

O deputado federal Fábio Faria (PSD/RN) apresentou um Projeto de Lei para que as concessionárias prestadoras de serviço público de fornecimento de água e energia elétrica tragam impressas nas contas, ou em folhas anexas, fotografias dos equipamentos de medição no momento da leitura do consumo.

A proposta visa a proteção do consumidor, criando um meio efetivo para que se possa verificar os valores cobrados pelas concessionárias de serviços públicos.

“Fotografar o hidrômetro ou o relógio permite que o cliente dos serviços possa atestar a veracidade daquelas informações presentes na conta. Isso garante maior transparência no serviço prestado. Eventuais erros, muitas vezes um dígito anotado errado, podem gerar uma diferença significativa no valor da conta. E só podem ser sanados mediante um registro do momento da leitura”, justifica o parlamentar potiguar.

A liberação do trabalho aos sábados e o aumento na jornada dos bancários, previstas na Medida Provisória 905, não terá validade até dezembro de 2020.
Na terça-feira (10), banqueiros e bancários assinaram uma complementação ao acordo da categoria, garantindo que as regras atuais de jornada de trabalho serão mantidas até o fim do próximo ano.
O aditivo à convenção coletiva prevê que nenhuma mudança na legislação tenha efeito sobre o que está prevista nesse documento.
A MP foi encaminhada pelo governo Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional no início de novembro, para a criação de um programa de estímulo ao emprego de jovens.
O texto enviado embutiu também uma reforma trabalhista, com a revogação de diversos pontos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e mudanças nas legislações específicas de profissões.

Emporio

 

As vezes fico, ao ler os blogs cabriteiros e bodegueiros, imaginando como são prejudiciais ao povo do Assú.

Todo dia, eles dão repercussão a todo episódio administrativo, que em muitos casos acontecem até em nossas casas, e demonstram apenas, quando o poder público se deteriorou administrativamente.

Quando entrei no serviço público havia mais cuidados e em nada pode se responsabilizar um Prefeito. O Prefeito Dr. Gustavo tem dado lições de administrador, responsável e democrático, ao dar autonomia administrativa e financeira as muitas Secretarias.

Mas, se a hipocrisia dos CABRITEIROS E BODEGUEIROS não fosse
tanta, o ASSÚ não teria perdido tanto:

– Milhões de reais em contratos para enricar à família do Ivan Júnior. Hoje, ele no rádio, parece até que zomba de tanto besta. Uns 5 milhões!

– Mais milhões e milhões de reais, para meia dúzia de empresários, pagando obras e serviços nunca realizados. Uns 20 milhões.

– Mais e mais milhões de reais usando cargo comissionados, para ganhar defensores de seus maus feito. Uns 10 milhões.

– Vendeu os votos de Assú, segundo Dr. Fred Queiroz por 750 mil reais e botou no bolso.

– Nunca explica como seu Irmão comprou parte da clínica de hemodiálise.

São tantos atos em benefício pessoal, que hoje rico e soberbo, bota
pessoas para desviar os assuntos verdadeiros. Mas, como para Ronaldo
tudo vem ao seu tempo. O tempo do Ivan Júnior, vai chegar. E chegando esse dia, o Assú vai ver que tudo que dizem com Ronaldo, o Ivan Júnior
faz mil vezes pior.

No mais, é só para desviar, os motivos que deixam o Ivan Júnior, politicamente biruta. Quer encontrar e não encontra.

O DR GUSTAVO, É O MELHOR PREFEITO DO BRASIL e a Ivan Júnior
não dar nem cabimento. Abs, Eridu.

Emporio

Facebook