A partir desta semana a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, da Prefeitura do Assú, deu início à entrega dos boletos bancários do programa Garantia Safra, exercício 2019/2020.

A distribuição é feita aos dirigentes de associações comunitárias e/ou diretamente ao agricultor que se inscreveu no programa federal.

A Secretaria se instala no Centro Administrativo Prefeito Edgard Borges Montenegro.

O atendimento ocorre de segunda à sexta, entre 7h30 e 13h.

O programa Garantia-Safra assiste agricultores com renda familiar mensal de um salário mínimo e meio no máximo e que plantam entre 0,6 a 5 hectares.

As orientações para adesão ao Garantia-Safra 2019/2020 foram divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em julho de 2019.

A Resolução nº 26/2019 estabeleceu o valor do benefício em R$ 850,00 e fixa as contribuições dos agricultores familiares e dos entes federativos para safra de feijão, milho, arroz, mandioca e algodão.

Conforme informação do titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, Paulo Morais, de acordo com a mencionada resolução, as contribuições financeiras se observam da seguinte forma: R$ 17,00 para os agricultores familiares inscritos no programa; R$ 51,00 para os municípios participantes, por agricultor que aderir em sua jurisdição; R$ 102,00 para os estados, também por agricultor que aderir em sua jurisdição; e, R$ 340,00 para a União, por agricultor que aderir ao programa Garantia-Safra.

Ontem, na sessão extraordinária da Câmara Municipal do Assú, aconteceu um incidente, inclusive com o vidro de uma mesa chegando a ser quebrado.

Informação repassada aponta que já foi identificado quem quebrou o vidro da mesa. Inclusive com testemunhas. E mais: a assessoria jurídica do legislativo já está tomando providências  na área criminal pelos danos ao patrimônio público.

 

Fonte. Samuel

As placas padrão Mercosul, que entram em vigor em todo o país nesta sexta-feira (31), têm diversas mudanças em relação às placas cinza usadas atualmente na maioria dos estados. Uma delas é que agora a cidade do veículo não é mais informada na peça.

Nos estados que se adiantaram ao prazo, algumas placas novas chegaram a sair com a impressão do brasão dos municípios, mas a exigência foi retirada em 2018.

Agora este dado só pode ser conhecido por meio do QR Code, um código que é lido pelos celulares — mas, para chegar nessa informação, é preciso mais do que mirar o telefone.

Nesta quinta-feira (30), a Prefeitura de Ipanguaçu através da Secretaria de Esporte, realizará a Abertura do 10° Campeonato de Blocos e escolha das musas. Traga sua torcida e vamos torcer juntos!!

Rombo da Previdência no RN em 2020 pode chegar a R$ 1,86 bilhão sem reforma

O Governo do Rio Grande do Norte estima que, caso nada seja feito, o rombo da previdência estadual será de aproximadamente R$ 1,86 bilhão ao fim de 2020. Os números foram revelados pelo secretário estadual de Planejamento e das Finanças, Aldemir Freire.

Segundo o auxiliar da governadora Fátima Bezerra (PT), “no ano passado o Tesouro Estadual aportou R$ 1.570.160.494,85 ao IPERN para cobrir o déficit previdenciário”. Ainda de acordo com Aldemir, “sem reforma o valor sobe de R$ 1,36 bilhão em 2018 para R$ 1,57 bilhão em 2019 e chegará a R$ 1,86 bilhão em 2020. Um incremento de meio bilhão de reais em apenas 2 anos”.

O cálculo inicial do governo é que a reforma da previdência estadual apresente uma economia de R$ 300 milhões por ano que será abatida desse déficit registrado no IPERN.

Fonte: Portal Grande Ponto

O De Olho no Assú registrou o momento em que um cidadão assuense homenageou o prefeito, Gustavo Soares, momento marcado pela a emoção de ambos, uma representação da satisfação do povo com a atual gestão que prioriza beneficiar os cidadãos comuns.

Emporio

Leia abaixo:Em face da realização de sessão plenária do Poder Legislativo municipal nesta quinta-feira (30) às 11h, a Prefeitura do Assú, por intermédio da Secretaria Municipal de Comunicação e Ouvidoria, expediu Nota Pública alterando o horário do evento em que o prefeito Gustavo Montenegro Soares divulgará, em seu Gabinete, as atrações musicais para o Carnaval 2020.

A Prefeitura Municipal do Assú transmite que o anúncio das atrações musicais que animarão o Carnaval 2020 no município, antes agendado para 11 da manhã desta quinta-feira, dia 30 de janeiro, foi transferido para 12 horas na mesma data.

A modificação na hora de divulgação das atrações se observou em respeito ao interesse público e da imprensa local na sessão plenária do Poder Legislativo municipal agendada para iniciar às 11 horas, evitando desta forma que verifique-se a coincidência de fatos no mesmo horário.

A ação solidária para com os animais deu o que falar nas mídias sociais, de forma positiva, lógico, comentários elogiando o gerente e os funcionários das Lojas Americanas de Assú deram o tom na Internet. Uma atitude plausível, considerando que os animais também sofrem com o calor nordestino e precisam se refrescar um pouco. Que mais ações em respeito aos animais possam acontecer, afinal, estamos todos sofrendo as consequências climáticas, muitas delas advinda de ações do próprio homem. As Americanas estão de parabéns pelo gesto solidário, devemos respeitar os animais, eles, assim como nós humanos, são elementos da natureza e devem ser preservados para garantir uma vida melhor para as futuras gerações.

Blog de olho no Assu

Emporio

Desde o começo do ano passado a Globo decidiu fazer uma reestruturação em seu elenco e manteve contrato apenas com artistas destaque na casa na atualidade e mesmo grandes nomes da TV, que estavam na ‘geladeira’, acabaram perdendo seus espaços e ficando sem vínculos com emissora.

No entanto, 2020 começou tenso na emissora, já que a Globo que decidiu fazer uma nova ‘limpa’ e não renovou os contratos de outros importantes nomes de seu casting.

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia’, alguns artistas estão apreensivos pelo fato de a alta cúpula do canal, que sempre teve Bruna Marquezine como queridinha, não ter feito muita questão da renovação do contrato da atriz.

Bruna chegou a receber uma proposta de renovação mas não aceitou por questões financeira. Malvino Salvador, Reynaldo Gianecchini e Edson Celulari também deixaram de ter vínculo fixo com a casa conforme adiantou o colunista Alessandro Lo Bianco, do programa ‘A Tarde É Sua’, da Rede TV!.

Agora, alguns autores e diretores também serão chamados para terem revisão dos contratos e redução em seus salários. A situação está deixando o clima tenso nos bastidores.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Emporio

O presidente Jair Bolsonaro em encontro com cantores sertanejos e artistas, no Palácio do Planalto Foto: Jorge William / Agência O Globo
O presidente Jair Bolsonaro em encontro com cantores sertanejos e artistas, no Palácio do Planalto Foto: Jorge William / Agência O Globo

 

O presidente Jair Bolsonaro foi homenageado por cantores sertanejos nesta quarta-feira, em uma cerimônia no Palácio do Planalto. Uma carta de apoio, lida no evento, diz que Bolsonaro realizou “notáveis feitos” em “diversos setores produtivos” e é um “um governante que trabalha em prol de seu povo”. O presidente, por sua vez, agradeceu ao apoio que os sertanejos lhe deram durante a campanha eleitoral. Na mesma cerimônia, um representante de produtores de evento pediu a Bolsonaro o fim da meia-entrada em evento culturais e uma mudança na regulamentação dos direitos autorais.

De acordo com lista divulgada pelo Palácio do Planalto, estiveram presentes 56 artistas, entre eles as duplas Bruno & Marrone e Cesar Menoti & Fabiano, além do ator Dedé Santana, ex-integrante do grupo Os Trapalhões. O Planalto informou inicialmente que Cristiano (da dupla com Zé Neto) esteve presente, mas a assessoria da dupla entrou com contato para esclarecer que ele não compareceu.

O locutor de rodeios Cuiabano Lima, titular da festa do peão de Barretos (SP), discursou no início da cerimônia e leu a carta de apoio. “Expressamos espontaneamente nossos agradecimentos pelas ações e medidas do governo e manifestamos nosso apoio. Queremos que o Brasil continue trilhando um caminho de prosperidade para seu povo”, diz o texto.

Depois, o presidente da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), Doreni Caramori Junior, pediu a Bolsonaro o fim da meia-entrada, classificada por ele de “injustiça histórica”, além de mudanças na cobrança de direitos autorais, que ele classificou como um “monopólio” regulado por uma “lei arcaica”.

— Meio livro não existe, meia bicicleta não existe. Não pode o Estado brasileiro intervir na economia e tomar 50% sem nenhum tipo de compensação — reclamou o presidente da Abrape.

O GLOBO

Facebook