Um dos principais reservatórios de água do município de Assú, a Lagoa do Piató seca e virá destaque na Inter TV. Prejuízo para mais de 300 pescadores, sendo que a renda da família vinha da pesca da referida lagoa, tem deixado os moradores em situações diferentes. Sendo vendido no Ceará, Paraíba e demais estados, os peixeis que ali era pescados e tirado o sustento da família, acabou!.

“Aqui tendo água, tem peixe, tendo peixe, tem comer” disse o pescador São João a equipe de reportagem.

CONFIRA AQUI A MATÉRIA

Assu_Seguran123

Se consumada a filiação do presidente da câmara municipal, Breno Lopes ao PSB da ex-governadora Wilma de Faria, aliada do deputado estadual George Soares, o vereador se credencia a disputar a prefeitura de Assú pelo sistema oposicionista liderado por George.

A informação que temos é que um grupo de vereadores ligados ao prefeito, insatisfeitos com o fraco desempenho administrativo do gestor municipal e a sua crescente queda de popularidade, que poderia comprometer as suas reeleições, estariam dispostos a acompanhar a decisão de Breno Lopes.

O constrangimento imposto pelo governo municipal ao presidente da câmara, oficializando o nome do secretario de educação, Alberto Luis como candidato oficial do sistema a prefeito de Assú no próximo ano, na Rádio Princesa, onde toda a cúpula de auxiliares e a grande maioria dos vereadores e do deputado Fábio Faria, avalizando a postulação de Alberto, soou como uma afronta as pretensões de Breno Lopes, sepultando definitivamente a possibilidade de disputar o cargo pelo partido (PROS) ao qual é filiado, numa clara demonstração pública do descaso que faz o prefeito Ivan Júnior da sua postulação democrática de viabilizar o seu nome como candidato do grupo.

A mesma fonte dá conta de que o clima tenso em que o tema está sendo tratado nos bastidores do poder deve ter um desdobramento imprevisível, e que o vereador presidente da câmara, Breno Lopes, não admite que o seu nome seja atropelado por nenhum outro postulante, exigindo respeito e igualdade na escolha do representante da situação no pleito vindouro.

Diante de tais circunstancias não se pode descartar a hipótese de Breno Lopes se compor com a oposição liderada pelo deputado George Soares que tem afirmado que o candidato deverá ter um perfil divergente da atual administração e respaldo popular em consonância com o clamor das ruas.

REGIStrando

Desabafo I

Assessoria de comunicação de JUNIOR BENEVIDES começa a dar alfinetas no ex-prefeito LUIZ DO PSB em matérias veiculadas no blog

De forma intencional, porém sorrateira, a assessoria alfineta o governo do ex-prefeito Luiz do PSB, afirmando que Junior encontrou muitas dívidas, atraso de pagamento a servidores e prestadores de serviços e outras situações que poderiam levar o governo aos caos. Veja fragmento da matéria publicada no blog de Aluizio Lacerda.

” O prefeito revelou que com muito esforço e competência administrativa conseguiu reordenar as finanças do município, colocando no primeiro momento da interinidade a folha de pagamento em dia, quitando compromissos, tendo que enfrentar situações adversas como a crise do FPM e retenção de recursos para pagamentos dividas precatórias, levando o governo a superar imensas dificuldades para não ir para o fundo do poço. Indagado a respeito do exercício conquistado até 31 de dezembro de 2016, afirmou.”  (blog de Aluizio Lacerda)

 Desabafo II

Ex-Prefeito LUIZ DO PSB, fez lançamento da candidatura do seu filho o advogado Mário Luiz no último sábado em programa na FM 89,9 em Assú

No último sábado no programa discussão aberta que é apresentando pelo ex-prefeito cassado Luiz do PSB, o mesmo fez o pré lançamento da candidatura do seu filho, o advogado Mário Luiz. Essa pretensão já era do conhecimento de todos, porém o que surpreendeu, foi o fato de estar ali o prefeito eleito recentemente, Junior Benevides. Das duas uma: ou Junior abre mão da reeleição em 2016, para dar vez ao filho de Luiz do PSB, ou deixará o partido e se filiará a outro para concorrer a eleição. Sinceramente, penso que tudo terminará em pizza, pois não é um ano e seis meses que Junior vai fazer um grupo político. O que tende acontecer é BENÉ dizer amém, pois sem partido e sem grupo não se elege nem uma mosca, quiça um prefeito!

Blog De olho no Assú
13 - jul/2015

O barco está furado!

IMG_1654O Sistema governista de Assu liderado (ou não) pelo prefeito de final de mandato, Ivan Junior (PROS), parece está descontrolado.

No ponto de vista da administração, o sistema do prefeito está sendo contestado, constantemente, pelo mau uso do dinheiro público e pela falta de planejamento que estão levando a cidade ao fundo do poço.

No ponto de vista político, a coisa vai de mau a pior.

São lançados todos os meses nomes e nomes para tentar levantar a moral do grupo político de Ivan Junior, mas as repercussões não vingam. Desistências, traições e abandonos são os sobre nomes do processo sucessório governista.

Agora não tendo mais o que fazer, a turma do pesque e pague entrou em parafuso e tenta usar métodos não democráticos para frear a oposição como ameaças e falsas acusações.

Até para os mais leigos observadores políticos de Assu, o barco do prefeito em fim de mandato está furado.

13 - jul/2015

Parabéns Ronaldo Soares

Lula e Ronaldo

É com muito carinho que o blog De olho no Assú registra o aniversário hoje, 13/07, do amigo Ronaldo Soares.

Continue assim: um amigo sensacional, um companheiro, uma pessoa que faz todos, a sua volta, gostarem de você.

Parabéns, meu irmão, na data mais sublime de tua vida, de um feliz aniversário com votos de muita paz, saúde, felicidades e muitas prosperidades, e que a tua vida seja repleta de grandes emoções, alegrias e conquistas.

Afetuoso abraço do amigo Emanuel e Família

 

projeto

Representado por seu vice-presidente Francisco Canindé Querino, o Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias do RN (Sindas/RN), realizou na última sexta-feira (10), no interior do auditório do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Assú, uma reunião com a categoria.

Conforme o portal oficial da organização sindical, o objetivo foi debater problemas da categoria, em especial, os a retirada da data base do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS), a falta de fardamento, etc.

A categoria aprovou que aguardará 15 dias para que o prefeito Ivan Lopes Júnior (PROS) responda ao ofício enviado pela direção do Sindas/RN.

Após esse prazo a categoria irá fazer um ato de advertência e, em seguida, discutir uma paralisação”, registra a informação.

Postado por Lúcio Flávio

A má conservação do asfalto da RN 016 também atingiu a ponte localizada na entrada da comunidade de Mutamba da Caeira no sentido Assú/ Carnaubais. A rodovia estadual liga as duas cidades e além das varandas quebradas um buraco se formou na sua cabeceira aumentando ainda mais o perigo aos condutores de veículos que transitam pelo local. Os próprios moradores colocaram pedras e um pau indicando o perigo. – Assú Notícia

CAM02037 CAM02039

 

Ô dúvida cruel!

No núcleo fechadíssimo do rosalbismo, há duas correntes de pensamento em conflito. São excludentes, lógico.

Uma quer a ex-governadora Rosalba Ciarlini (DEM) como candidata à Prefeitura de Mossoró em 2016.

Outra, não. Defende sua preservação para luta a novo mandato ao Senado em 2018.

Ela, pessoalmente, confessa a poucos próximos que aspira a Municipalidade pela quarta vez.

Está toda prosa com a hipótese eleitoral do próximo ano.

Até porque 2018 está muito longe.

Porém é bom lembrarmos: tem um julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no meio do caminho.

Ela continua i-ne-le-gí-vel por oito anos.

Por Carlos Santos

IMG_1611Ao comentar os fatos políticos recentes da cidade do Assú, durante a audição do programa REGIStrando, neste sábado (11), pela Rádio Princesa do Vale, o titular do horário, José Regis de Souza, não se furtou a expor sua opinião diante da profusão de lançamento de pré-candidatos a prefeito dentro do sistema governista chefiado pelo prefeito Ivan Júnior (PROS).

Depois da citação a nomes como o empresário Patrício Júnior; o presidente da Câmara, vereador Breno Lopes (PROS); o padre Flávio Melo; e, agora, o secretário municipal de Educação e Cultura, Alberto Luís Trigueiro, José Regis entende ter conseguido decifrar a tática do bloco de situação.

Para ele, o aparecimento sucessivo de pré-candidaturas por tal bloco político só tem um propósito: frear o vertiginoso crescimento do deputado estadual George Soares (PR) na aceitação popular do município, reflexo da forma correta e séria do parlamentar de se comportar.

Na interpretação de José Regis, impotente para fazer estancar os índices de impopularidade perante a população que se revelam cada vez mais crescentes, Ivan Júnior adotou esta espécie de estratégia para tentar impedir que o patamar de ascensão do deputado George Soares atinja a estratosfera do universo político-eleitoral

 

Jornalistas vêem ‘impropriedade’ e pedem que Renan retire os dois nomes

BRASÍLIA — A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) questionou a indicação de dois ministros de Estado em vagas de representantes da sociedade civil no Conselho de Comunicação Social do Senado. Henrique Eduardo Alves (Turismo) e Aldo Rebelo (Ciência e Tecnologia) serão empossados na próxima quarta-feira. A entidade pede que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), retire os ministros do Conselho.
O órgão do Senado tem caráter consultivo e emite pareceres, recomendações e solicitações sobre temas ligados à comunicação. É composto por quatro representantes dos trabalhadores, três indicados pelas empresas do setor, um engenheiro com atuação na área, além de cinco representantes da sociedade civil. O Conselho estava inativo desde agosto do ano passado e retomará suas atividades na próxima semana com a eleição do seu novo presidente.
Apesar de celebrar o retorno das atividades do Conselho, a Fenaj também manifestou suas ressalvas com relação à escolha dos ministros.
“A Fenaj, entretanto, expressa sua preocupação com a indicação de dois ministros de Estado, Henrique Eduardo Alves e Aldo Rebelo, como representantes, respectivamente titular e suplente, da sociedade civil. Ainda que não haja impedimento legal, vemos na indicação de representantes do Estado brasileiro para representar a sociedade civil como uma impropriedade e um equívoco inadmissível na interpretação do conceito de sociedade civil”, diz trecho da nota da entidade.
A entidade afirma que a indicação fere o espírito da lei que criou o conselho e retira da sociedade civil o papel de “fiel da balança” do órgão.
“Por isso, a Fenaj pede ao presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros, que promova a imediata substituição dos conselheiros titular e suplente, integrantes do Governo Federal, por legítimos representantes da sociedade civil”, afirma a entidade.
O GLOBO procurou a assessoria do presidente do Senado e dos ministros, mas não houve resposta até o fechamento desta edição.

*

Do Blog – O que significa a participação em um Conselho? Significa dinheiro! Jeton pago por cada reunião.

Facebook