Blog De olho no Assú
03 - fev/2019

Celso Lisboa é eleito prefeito de Passa e Fica

O candidato Celso Lisboa foi eleito prefeito de Passa e Fica na eleição suplementar realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) neste domingo (3). A vice eleita é Maria de Lourdes Silva do Nascimento.

A apuração terminou há pouco e daqui a pouco o BG traz os números. Os dois eleitos disputavam a vaga com Cibelly Fonseca Jorge (prefeita) e Edson Pereira Padilha (vice-prefeito).

Estavam aptos a votar, 8.664 eleitores do município. Eles foram distribuídos em 27 seções eleitorais. Em Passa e Fica, 108 pessoas atuaram como mesários, sete como supervisores e outros servidores da Justiça Eleitoral acompanharam a eleição.

Blog De olho no Assú
03 - fev/2019

VALDEREDO BERTOLDO IMITA ODORICO PARAGUASSÚ

Resultado de imagem para valderedo bertoldo Resultado de imagem para imagem de odorico paraguassu

Seria trágico se não fosse cômico e tão hilário se não fosse quixotesco.
Esta é a opinião dos ipanguaçuenses em relação ao licitação dos transportes com  cartas marcadas direcionadas para favorecimento de quem o prefeito desejar.
Um leitor do blog, nos informa, sem citar o nome do cidadão que foi discriminado do processo licitário depois de décadas que seu ônibus escolar prestava serviço ao município.
A fonte revela que seu carro foi rejeitado, ficando de fora do certame, por ser do ano 2003 e ter a cor prata.
A gestão quer contratar um do ano 2008 por ter a cor branca, certamente o contrato está antecipadamente reservado para algum aliado proprietário de um veículo com estas carcterísticas.
O comparitivo e exigência, faz lembrar Odorico Paraguassú um  personagem do seriado Bem Amado – cujo prefeito, pra inaugurar um cemitério em sua gestão, ofereceu um prêmio ao 1º defunto da cidade que viesse consolidar o sepultamento.
Fonte: Aluízio Lacerda

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasi

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, vai apresentar amanhã (4) o novo Projeto de Lei Anticrime a governadores e secretários de segurança pública dos estados. De acordo com a pasta, serão apresentadas propostas de combate à corrupção, ao crime organizado e aos crimes violentos.

O texto será enviado ao Congresso Nacional para análise dos parlamentares nos próximos dias e faz parte das metas prioritárias dos cem dias de trabalho do governo federal.

Em vídeo publicado nas redes sociais do ministério, Moro afirmou que as medidas de combate têm objetivo de combater ao mesmo tempo diversas modalidades criminosas.

“O crime organizado alimenta a corrupção, alimenta o crime violento, boa parte dos homicídios são relacionados, por exemplo,à disputa do tráfico de drogas, ou dívidas de drogas, e pelo lado da corrupção, esvazia os recursos públicos que são necessários para implementar essas políticas de segurança pública efetivas. Então, é um projeto simples, com medidas bastante objetivas, bem fáceis de serem explicadas ponto a ponto, para poder enfrentar esses três problemas”, diz.

Por tratar-se de matéria criminal, as medidas precisam da aprovação da Câmara dos Deputados e do Senado para entrarem em vigor.

Agência Brasil

Derrotado na queda de braço com o Palácio do Planalto, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) encarnará, a partir de agora, a figura de líder da oposição ao governo de Jair Bolsonaro.

“Você pode até tirar de cena o velho Renan, não matá-lo”, disse ao Estado o senador, que construiu um personagem para justificar o seu discurso “mais liberal” e passou a se referir a ele mesmo na terceira pessoa.

Tudo o que o Palácio do Planalto não precisava, nesse momento, era de um inimigo de plantão no Congresso, mas, certamente, o terá. Rachado, o MDB de Renan – partido mais assíduo na ocupação de cargos no governo, desde a redemocratização – também perde agora sua última trincheira de poder.

Renan contava com o apoio de parte do PSDB, mas, na última hora, viu seus aliados serem pressionados a abrir o voto. Ficou desnorteado. Antes, dizia que teria quatro dos oito votos tucanos.

A pressão das redes sociais, porém, foi fundamental para que os senadores fossem à tribuna e mostrassem as cédulas de votação. Pesou nas redes o movimento “Renan não”.

Camaleão e hábil negociador, Renan tentou até o fim vestir o figurino de um novo político, mas as investigações da Lava Jato falaram mais alto. “Política não é para se estudar. É para se compreender. E vamos em frente”, diz ele, quando questionado sobre seus movimentos nessa arena. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Estadão Conteúdo

Na última sexta-feira (1º) a secretária adjunta de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação da Prefeitura do Assú, Aparecida Dantas, se reuniu na Sala do Empreendedor, no Gabinete do Executivo, com o representante da Agência de Fomento do RN (AGN/RN), Bosco Medeiros.

Na pauta, a reedição do programa Microcrédito Empreendedor em Assú.

A secretária Aparecida Dantas declarou que as políticas de estímulo ao empreendedorismo contam com o apoio irrestrito da administração Gustavo Soares.

Entre as principais vantagens do Microcrédito Empreendedor estão as taxas de juros do empréstimo que são de 1,5% ou 1,7% ao mês, o prazo de até 24 meses para quitar o financiamento e os descontos de 100% dos juros para os empreendedores que pagarem as parcelas com pontualidade.

Bosco Medeiros destacou que é de fundamental importância a participação da Prefeitura para o êxito da iniciativa.

O papel da Prefeitura é essencial para acolher o interessado no microcrédito e encaminhar as providências”, disse.

O programa tem como objetivo apoiar o empreendedor através de ações integradas, voltadas para geração de ocupação e renda com sustentabilidade nos diferentes setores da economia.

Ele explicou que, por ora, a AGN/RN está priorizando a renovação cadastral de quem já participa do programa e pretende renová-lo.

Com referência à concessão de novos financiamentos, declarou que tudo ainda depende das diretrizes que serão fixadas pela nova gestão estadual.

A Agência possui aproximadamente 18 mil clientes em todo o estado.

Soco de José Aldo na linha de cintura abriu caminho para a vitória contra Renato Moicano — Foto: Getty Images
Soco de José Aldo na linha de cintura abriu caminho para a vitória contra Renato Moicano — Foto: Getty Images

 

O “Campeão do Povo” fez jus ao apelido. Uma vitória assombrosa de José Aldo na noite deste sábado no UFC Fortaleza, com um nocaute aos 44 segundos do segundo round contra Renato Moicano, o fez pular a grade e correr para os braços a torcida no Centro de Formação Olímpica. A comemoração lembrou a que ele já tinha feito no Rio de Janeiro, na primeira luta contra Chad Mendes, em 2012.

– Entrei como azarão mesmo com a história que eu tenho. Ninguém estava acreditando em mim, mas sabia que vocês estavam do meu lado. Essa vitória é nossa – disparou Aldo, dentro do octógono.

Após perder o título para Max Holloway e a revanche contra o havaiano na sequência, José Aldo emenda a segunda vitória seguida, após nocautear Jeremy Stephens na luta anterior. Esta também é a primeira vez no UFC que ele consegue duas vitórias seguidas por nocaute, ou seja, desde 2011 que isso não acontecia. Aos 32 anos, o lutador manauara da equipe carioca Nova União soma agora 28 vitórias e quatro derrotas no cartel.

José Aldo também já tinha avisado antes da luta que gostaria de estar no card do UFC 227, no dia 11 de maio, em Curitiba. Após a vitória, ele pediu ao presidente do Ultimate por sua vaga.

COMBATE

Blog De olho no Assú
03 - fev/2019

DETRAN prorroga contrato

Departamento de Trânsito do Estado do Rio Grande do Norte, prorrogou por mais 12 meses o contrato firmado com a empresa PRÁTICA SERVIÇOS DE EVENTOS LTDA, que tem como proprietário Bruno Jose Ribeiro Dantas, pelo valor de R$ 1.166.683,37.

A Cosern realizou, na manhã desta 6ª feira (01), com apoio da Polícia Militar, mais uma etapa da “Varredura”, operação que desde janeiro de 2018 identifica e desativa ligações clandestinas (o popular “gato”) em estabelecimentos comerciais e residências em todo estado.

Desta vez, a “Operação Varredura” foi realizada nos municípios de Guamaré e de Macau, na região da Costa Branca, e a Cosern identificou e desligou ligações clandestinas que abasteciam de forma irregular 467 residências em dois conjuntos habitacionais no bairro de Salina da Cruz e no Povoado Baixa do Meio, em Guamaré, e no Assentamento Nova Jerusalém, em Macau.

Equipes técnicas da Cosern retiraram os fios irregulares utilizados pelos eletrotraficantes para realizar as ligações clandestinas e seguiram para a Delegacia de Macau para abrir Boletim de Ocorrência.

Há 15 dias, a Cosern identificou e desligou 30 ligações clandestinas que abasteciam 150 residências na cidade de Areia Branca, também na Costa Branca do estado. A “Operação Varredura” vai continuar sendo feita mesmo nas cidades nas quais as equipes da Cosern já fizeram as fiscalizações. A Cosern reforça o apelo para que a população denuncie as irregularidades, de forma anônima e gratuita, pelo site (www.cosern.com.br) ou pelo telefone 116.

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena pode chegar a 04 anos de reclusão. Além de crime, a fraude representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A infração também provoca perturbações no fornecimento de energia e parte do prejuízo é dividida por todos os consumidores na hora do reajuste tarifário homologado pela Aneel anualmente.

Ao longo de todo o ano de 2018, a Cosern conseguiu recuperar, por meio da “Operação Varredura” quase 22 mil MWh de energia que estava sendo furtada por “gatos” – quantidade suficiente para abastecer os 17 municípios da região do Seridó durante 30 dias.

Fotos: Cosern/Divulgação

Sobre a Cosern

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), empresa do Grupo Neoenergia, é sexta maior distribuidora de energia elétrica do Nordeste em número de clientes e a quinta em volume de energia fornecida. Presente nos 167 municípios potiguares, a Cosern tem uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados.  A empresa atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes).

DICAS DE SEGURANÇA COSERN

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o “gato” coloca em riso a vida de quem faz e de quem está próximo. Denuncie a irregularidade de forma anônima no 116 da Cosern.

Blog De olho no Assú
02 - fev/2019

Governo Bolsonaro deve punir Ivan Jr.

Se as ações do novo ministro da Justiça do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) se concretizarem de fato, o juiz Sérgio Moro deve em breve começar a punir os políticos e ex-políticos que desviaram dinheiro público para satisfazerem seus desejos pessoais.

Em Assu, o ex-prefeito Ivan Júnior tem que devolver mais de R$ 13 milhões de reais para a União, devido ao desvio dos recursos enviados pelo governo federal para amenizar o sofrimento dos desabrigados da enchente que atingiu o Vale em 2009 e que deveria, também, ter sido usado para realizar obras estruturantes para combate às enchentes na cidade e não foi.

Ivan deve está se tremendo de medo ao saber das iniciativas de Moro e assombrado com o ‘Enchentão’ próximo de seu desfecho final. Ora, se até Lula foi pego, imagine Ivan Jr. Essa previsão já está sendo cogitada, tanto que o próprio Ivan já começa a pensar em outros nomes para seu grupo ao menos tentar voltar ao poder em Assu, em 2020. Te cuida Ivan que sua tornozeleira ou jaula está bem perto de serem usadas e o povo não quer mais corruptos no poder!

 

Na manhã desta sexta-feira (01), o prefeito Abelardo Rodrigues, recebeu em seu gabinete, o gerente da agência do Banco do Brasil de Alto do Rodrigues, José Carlos Barreto, e o gerente de Relacionamento do Setor Público, Isaías Linhares.

A visita de cortesia foi para estreitar o relacionamento da instituição financeira, bem como, oferecer o suporte para as soluções e demandas do município, priorizando o boa relação com a gestão e, principalmente, com o servidor público municipal, que utiliza dos serviços bancários.

Enviado por Fran Seixas

Facebook