Não sou seu inimigo, mas tenho desprezo pelo seu cinismo. As vezes vejo algumas fotos suas, e o seu regozijo é bastante evidente: FICOU
PODRE DE RICO AS CUSTAS DO DINHEIRO DO POVO ASSUENSE, TENDO GENTE (de boa fé, imagino) BATENDO PALMAS PRA VOCÊ. Para você isso, politicamente, é coisa de gênio.

É o que me deixa a imaginar, pois você se acha o maioral na política. Não é isso que me incomoda, nem tão pouco ao meu primo Ronaldo.

Apenas me estimula a contar a sua saga para desviar tanto dinheiro e
tenho documentos com depoimentos fantásticos. Vejam o Enchentão:

-> O Ivan Júnior organizou tudo para meter a mão no dinheiro para as vítimas da enchente, sem o menor pudor. FORAM 11 milhões de reais!!

-> Contratou um engenheiro de Parnamirim para montar com ele as atividades que seriam feitas com o dinheiro. Dizem que enganou o rapaz.

-> Nomeou um secretário de obras de Natal para comandar a execução dos desvios.

-> E dispensou a licitação de uma empresa de Macaíba, para recuperar as casas, tudo combinado para aplicar o desvio.

-> Depois coaptou a pessoa que aí em Assú, passava as informações
para Ronaldo.

Mas o mundo é pequeno. Hoje, nos chega informação de um certo encontro em que também ficou combinado um tal de retorno. Bom, fico por aqui. Já sei tim tim por tim tim.

Por isso, chefe da burguesia Lopes Júnior, fique certo: toda a dinheirama que você está gastando com o milionário contrato em Brasília é perca de dinheiro. Vão retardar o julgamento, tenho certeza, mas a bomba vem depois. Espere!

Você, Ivan, imaginou que ia destruir a vida pública de Ronaldo e destruiu a sua. Você sabe que não reúne, de acordo com a nossa CONSTITUIÇÃO, as condições para ser candidato.

Depois, você passou 10 anos promovendo todo tipo de ataque a Ronaldo Soares. E ele sobreviveu. Agora a vez de se explicar é sua e vai começar. Tem tanta gente fora de Assú, e de Assú, também nessa tarefa que você vai se surpreender. Abs, Eridu.

Ação sucedânea à operacionalização do Aterro Controlado do município, num investimento com recursos próprios acima de R$ 251 mil, o estágio de reabilitação da área física que durante décadas abrigou o lixão situado na área perimetral urbana do Assú já tem cada uma das etapas sendo trabalhada no âmbito da Prefeitura.

Foi o que transmitiu ao prefeito Gustavo Montenegro Soares, durante audiência de trabalho nesta semana, o secretário municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, Jonaelson Medeiros.

Ele diz que a tarefa, que consiste na execução de um programa de recuperação ambiental do terreno, representará a complementação do compromisso entre a gestão, o Ministério Público, o Idema/RN e a Procuradoria Geral do Estado.

O secretário Jonaelson Medeiros explica que há o conceito de que este tipo de área deve ser remediado e fechado para propiciar segurança à população circunvizinha, tornando possível garantir harmonia entre o meio ambiente e a coletividade local.

“(…) Tratamos de ações públicas que possam impactar satisfatoriamente no melhoramento das condições ambientais do município e, especificamente, na solução definitiva, em todos os aspectos, da situação do lixão que está sendo erradicado em nossa gestão, eliminando um gargalo que há décadas incomodava uma parte da nossa população. Este processo passa por todo um trabalho de remediação da área ora desativada”, registrou o prefeito Gustavo Soares sobre o contato mantido com o colaborador.

Imagem: Marcos Costa/Assessoria

As realizações que foram executadas sob a responsabilidade da Prefeitura do Assú antecedendo à época festiva do Carnaval 2020, bem como a programação oficial, vivenciada de 22 a 25 de fevereiro em curso, foram objeto de uma ampla avaliação por parte do prefeito Gustavo Montenegro Soares e o secretário municipal de Eventos, Turismo, Esportes e Juventude, Braz Barreto, durante reunião de ambos no gabinete do chefe do Executivo.

Após as observações analíticas sobre diversos pontos, prefeito e auxiliar convergiram na conclusão de que o balanço geral é positivo sob todos os ângulos.

A festa desse ano foi de fato belíssima, graças ao trabalho de toda a equipe; mas também, tanto eu quanto Braz, queremos mais uma vez, parabenizar todos os blocos e a você de Assú e de outras cidades que participou de toda a jornada, que teve início com o Campeonato de Blocos, depois o Assú Verão no rio Açu e a escolha do Rei Momo e Rainha do Carnaval, até o encerramento com aquela multidão fantástica na última noite consagradora”, resumiu o gestor, elencando, dentre os vários itens satisfatórios da realização o fato de o Carnaval 2020 ter transcorrido sob a mais absoluta segurança e sem incidentes.

Sem deixar de olhar para os demais eventos que teremos daqui pra frente, o foco agora já é no São João, nossa maior festa popular local e que, assim como no carnaval, temos o desejo de sempre nos superar nos quesitos participação de fiéis de nosso padroeiro, na organização estrutural da cidade, na segurança das pessoas em toda a cidade e no aquecimento da economia em todos os segmentos”, acrescentou o prefeito municipal.

O secretário Braz Barreto antecipou que já a partir deste mês de março pretende dar os passos iniciais em torno da elaboração do programa oficial da festa sociocultural do padroeiro, que ocorrerá em junho.

Senadores e deputados podem votar na próxima terça-feira (3) o veto parcial do presidente Jair Bolsonaro (VET 52/2019) a um projeto de lei aprovado pelo Congresso que inclui o chamado orçamento impositivo na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A sessão está marcada para as 14h.

O prefeito de Ipanguaçu, Valderedo Bertoldo, na manhã de hoje, 29/02, oficializou o apoio do líder comunitário, Dedé de Eduardo à sua pré campanha à reeleição.
Dedé de Eduardo é suplente de vereador pelo MDB, que além de deixar o partido bacurau, será pré-candidato a vereador pelo PP, que ao declarar apoio ao prefeito Valderedo, abre espaço para outras adesões.
O PP em Ipanguaçu é presidido por Toinho das Caçambas.

Emporio

A Política da nossa cidade anda bastante movimentada nos últimos dias com lançamento de pré-candidatura ao nosso legislativo, uma delas foi a da jovem Elisângela Aquino a mesma é popularmente conhecida como Liliza, ela é recepcionista na Câmara municipal de Vereadores do Assú.
Elisângela lançou a sua pré-candidatura através das suas redes sociais. Em suas palavras a mesma ressaltou que a um desejo de trabalhar e construir uma nova política no nosso legislativo, “a minha família está me apoiando totalmente, e venho conversando com amigos mais próximos, e eu acredito na política diferenciada a política participativa e mais perto do povo, por isso coloquei o meu nome como pré-candidata”, falou a mesma.
Fonte. Assu Notícias

O clima fechou hoje (28) no final da tarde na cidade de Pedro Velho (RN) numa discussão acirrada entre o marido da prefeita Derjelane Macedo, Gilberto Chaves, e o vereador Cassiano. Na discussão que aconteceu dentro de uma garagem de carros da prefeitura o vereador sentiu-se ameaçado pela marido da prefeita e sacou uma arma. O vereador (camisa vermelha) vem denunciando a gestão municipal pela contratação de bandas por preços que considera super-faturados durante o recém-encerrado carnaval da cidade. Cassiano fez uma declaração de que só sacou a arma porque foi ameaçado por Gilberto e teve medo de ser agredido. A confusão foi grande e é somente no que se fala na cidade. O vereador disse que foi até a garagem filmar e tirar fotos “do matadouro de carros da prefeitura”. Insatisfeito e descontrolado o marido da prefeita partiu pra agressão. Disse que apenas por prudência sacou a arma. Confira o vídeo abaixo:

 

 

A vereadora Beatriz se pronunciou confirmando o convite recebido para ser vice de Ivan Junior e diz estudar a possibilidade entre amigos próximos e familiares.

O prefeito Gustavo Soares anunciou em recente declaração feita ao lado de importantes figuras públicas do município de Assú, tais como: O deputado George Soares, o Sr. Nucio Pinto e a vereadora, Elizângela, sobre obras de asfalto em diversas ruas na Várzea, o prefeito falou entusiasmado sobre esse que é o seu próximo projeto a ser posto em prática muito em breve, endossado pelas palavras de George Soares, um dos grandes benfeitores do município.

Todo mundo sabe que só colhe quem planta, e realmente Ivan Júnior colheu: ficou podre de rico.

Eu e meu primo Ronaldo Soares estamos visitando nossos arquivos das postagens do Blog do VT, do terreno ao além, para ver quais adjetivos eram usados pelo escrevente para se referir à Ronaldo, em razão dos processos que responde. E olhem, são processos por razões bem diferentes.

Nesses dois da foto, o Enchentão foi pagar obras que não foram feitas e serviços nunca executados. Pior:

– As família simples, com suas casas arrebentadas, dos R$ 4.900,00 que a Defesa Civil mandou, ainda roubaram quase tudo.

– Dizer que entre as ruas 16 de outubro, Eufrosina Fernandes e a Ulisses Caldas, a enchente abriu uma cratera de 6.000 metros quadrados… Uma cratera maior que o buraco do Prefeito, sem ser verdade?

Esse é um entre tantos, e achando pouco, o Ivan vendeu, segundo Fred Queiroz, OS VOTOS DOS ASSUENSES por R$ 748.000,00 e ainda traiu o Henrique Alves.

Bom, vocês já imaginaram se tivesse sido Ronaldo Soares ? o Blog do VT teria bradado tanto nome feio e adjetivos escabrosos que faria muita justiça ao IVAN JÚNIOR.

Penso que baseado na constituição, você não reúne as condições morais de exercer um cargo público. Mas, cada coisa é uma coisa. Abs, Eridu.

Facebook