O ex-atleta Romário, o “Baixinho”, foi flagrado nesta terça-feira (21) na praia de Ponta Negra, em Natal, aproveitando as férias e praticando o tradicional futevôlei. Mesmo aposentado dos campos, Romário tem o hábito de praticar o esporte na praia.

Ele também aproveitou o tempo para conhecer as praias do litoral Norte e até para descer de tirolesa.

Comments

FOTO ARENA DAS DUNAS

A Confederação Brasileira de Futebol já decidiu que a estreia do Brasil nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 será no Nordeste. Natal, Salvador (BA), Recife (PE) e Fortaleza (CE) são as quatro capitais que estão na disputa para sediar a partida.

O jogo será contra a Bolívia, adversário que a Seleção Brasileira enfrentou em 2016, quando goleou o time boliviano por 5 a 0, pelas Eliminatórias da Copa de 2018.Este foi o único jogo da Seleção Canarinho na Arena das Dunas.

Na ocasião, Neymar, Phillipe Coutinho, Filipe Luís, Gabriel Jesus e Roberto Firmino marcaram os gols brasileiros.

Roberto Firmino, naquele jogo, devido ao seu penteado, recebeu gritos de “Vai Safadão”, por lembrar o estilo de cabelo que o cantor de forró Wesley Safadão utilizava na época.

Para continuar lendo é só clicar aqui: https://agorarn.com.br/destaquefotos/natal-e-cotada-para-sediar-jogo-de-estreia-do-brasil-nas-eliminatorias-contra-a-bolivia-2/

AGORA RN

A prefeitura de Messias Targino irá receber, nesta terça-feira (22), um novo veículo tipo Spin, com 7 lugares, graças a emenda indicada pelo deputado George Soares (PL) no Orçamento do Estado. O carro vai servir a Secretaria Municipal de Saúde. O deputado George usou as suas redes sociais para comentar a entrega desse grande benefício para a cidade.
“Quero parabenizar a nossa prefeita Shirley Targino por mais uma iniciativa do nosso mandato, poder chegar para a querida cidade de Messias Targino: um carro zero km, tipo Spin para beneficiar a saúde do município! Quero agradecer ainda a nossa governadora Fátima Bezerra pela liberação desta emenda que é mais uma ação na saúde do estado,” disse o parlamentar.

 

Só um milagre em Macau pra tirar a cidade do caos administrativo. Com o 13º salário em atraso do funcionário público, o prefeito Túlio Lemos (PSD) teve a cara de pau de mandar seus apaniguados anunciar nas redes sociais que ele vai fazer Carnaval.

Enquanto isso, além de salários em atraso, se escuta que as aulas do município salineiro só vão começar em março, com escolas sucateadas e sem manutenção. Tem que diga que Túlio, o prefeito carnavalesco, deve a fornecedores da merenda e prestadores de serviço no transporte escolar. Será que o Ministério Público não tá vendo isso, pra frear essa desordem toda?

Noite de ontem, 21 de janeiro, muito medo para os moradores, muita gente ficou assustada com um forte clarão no céu, nas imediações da BR-304 entre as cidades de Assú e Itajá, na região Oeste do Rio Grande do Norte.

Informações dão conta de que a rede elétrica que passa entre os dois municípios pegou fogo e causou danos.
A energia da cidade de Assu, ficou fraca enquanto ocorria a queima nos fios de alta tensão. Alguns vídeos gravados por populares e publicados nos grupos de WhatsApp, mostra a claridade do incêndio nos fios.


Dentre os pontos debatidos abordamos todo o trabalho de preparação da pasta para o início do ano letivo, a partir do dia 10 de fevereiro, antecedido pela Jornada Pedagógica com todo o nosso quadro de docentes”, disse.O prefeito do Assú, Gustavo Montenegro Soares, cumpriu agenda de trabalho na manhã desta terça-feira (21) com a secretária municipal de Educação e Cultura, Shirley Pinto, para discutir questões relativas ao setor, inclusive o planejamento de uma série de ações de grande relevância para todo o ano de 2020.

Tratamos também acerca da inauguração da Creche Escola Deputado Nélio Dias, no conjunto residencial Maestro Cristovam Dantas, localizado na comunidade de Baviera, hoje extensão urbana do município. Trata-se de mais uma importante realização estrutural que fortalecerá o aparelho educacional do Assú e comprova nosso compromisso com mais investimentos para a área da educação”, pontuou o prefeito Gustavo Soares.

O compromisso foi presenciado pelo Procurador Geral do município, Fred Bernardo.

Nesta quarta (22) e quinta (23), o Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) vai iniciar as audiências de precatórios do ano de 2020 em uma pauta com dezesseis municípios. A juíza do trabalho Simone Medeiros Jalil, que foi designada para atuar no Juízo Auxiliar de Conciliação e Negociação de Precatórios, presidirá as audiências, em Natal.

No dia 22/1, haverá audiências com os seguintes municípios: Alto do Rodrigues (9h); Antônio Martins (9h30); Afonso Bezerra (10h); Apodi (10h30); Areia Branca (11h);  Bom Jesus (11h20); Coronel João Pessoa (11h40) e Doutor Severiano (12h).

 

Galeno Torquato participou de esquema de favorecimento a empresa de eventos quando era prefeito de São Miguel em 2010

O Ministério Público Federal (MPF) obteve a condenação do deputado estadual Galeno Torquato por improbidade administrativa. Ele participou de um esquema que utilizou recursos públicos para favorecer uma empresa particular na contratação de bandas para a festa junina do Município de São Miguel em 2010, quando era prefeito do município.

Além de Galeno Torquato, foram condenados o ex-presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL) de São Miguel, Walkei Paulo Pessoas Freitas; o empresário Antônio André Sobrinho; e empresa deste último, a Éden Representações Artísticas (nome de fantasia da empresa Antônio André Sobrinho ME).

O deputado e Walkei Paulo foram sentenciados à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos e multa (R$ 10 mil para o primeiro e R$ 5 mil para o segundo). O empresário, por sua vez, recebeu como sentença multa de R$ 5 mil e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais pelo prazo de cinco anos, mesma pena aplicada à sua empresa.

Irregularidades – Em 2010, o Município de São Miguel – então administrado por Galeno Torquato – firmou um convênio com o Ministério do Turismo no valor de R$ 172 mil para a contratação de bandas que animariam o chamado “São João da Serra/17º Arraiá do Tio Kálica”. Os grupos musicais se apresentaram, porém o contrato foi firmado através de um procedimento de inexigibilidade de licitação fraudulento.

Em 19 de março de 2010, a CPL presidida por Walkei Paulo solicitou a abertura de “procedimento de inexigibilidade de licitação para a contratação de empresa especializada em realizações de eventos artísticos”, sem especificar as justificativas ou sequer apresentar pesquisa prévia de preços que demonstrasse a inviabilidade de promover uma licitação.

Exclusividade – Uma das possibilidades de contratação sem licitação, de acordo com a lei, inclui artistas “consagrados pela crítica especializada ou pela opinião pública”, diretamente ou através de seus empresários exclusivos. Independente de as bandas se encaixarem ou não no conceito de consagração, a realidade era que Antônio Sobrinho não era empresário exclusivo. Ele obtinha, apenas, uma “carta de exclusividade” válida para os dias do evento.

“(…) verifica-se que a exclusividade da empresa (…) resumia-se unicamente ao dia do evento e no município, ficando nítido que o documento era confeccionado tão somente com a finalidade de justificar a inexigibilidade, não se tratando de empresário exclusivo”, destacou o juiz federal Rodrigo Arruda Carriço, autor da sentença.

Dessa forma, ressaltou o MPF, ele atuava como suposto empresário exclusivo dos artistas, “embora fosse, de fato, apenas um intermediário”. Soma-se a isso irregularidades como o procedimento fraudulento não ter sido publicado na imprensa oficial e não incluir sequer a minuta do contrato, com as especificações exigidas por lei.

Vários documentos utilizados na contratação foram elaborados depois do termo de escolha e da data da proposta apresentada por Antônio Sobrinho, que incluía até mesmo bandas não representadas pela empresa na época. Com tudo isso, a prestação de contas do convênio foi parcialmente reprovada pelo Controle Interno do Ministério do Turismo.

O processo tramita na Justiça Federal sob o número 0800372-49.2017.4.05.8404 e da decisão judicial ainda cabem recursos.


Assessoria de Comunicação

Mesmo em período de recesso legislativo na Assembleia do RN, o deputado estadual George Soares (PL) participou, nesta segunda (20), de reunião com o secretário de saúde do RN, Dr. Cipriano Maia, juntamente com o prefeito de Assu, Doutor Gustavo Soares (PL), o diretor do Hospital Regional de Assu, Alberto Luiz, além de membros da secretaria municipal de saúde assuense.

“Fomos avaliar a convivência dos serviços médicos prestados no Hospital Regional pelo estado, com o município nesse ano. Pedimos a ampliação de serviços na instituição, pois Dr. Gustavo em breve deve entregar a UPA, além das muitas Unidade de Saúde que inaugurou.

Uma outra boa notícia é que a secretaria de saúde do estado está procurando um local para instalar uma Policlínica na Capital do Vale para melhorar ainda mais os serviços de saúde da nossa cidade e região.” destacou o deputado George.


A reunião ocorreu no gabinete da secretária municipal de Educação e Cultura, Shirley Pinto, e atendeu uma determinação do prefeito Gustavo Montenegro Soares.A efetivação de instrumentos que incentivem e apoiem a cena cultural do município foi a tônica de um encontro realizado nesta segunda-feira (20) envolvendo integrantes da Prefeitura do Assú.

Um dos pontos discutidos versou sobre a implementação da Lei Municipal de Incentivo à Cultura Sinhazinha Wanderley.

Outro item focado na oportunidade foi a modernização e funcionamento do Conselho Municipal de Cultura do Assú.

Além da secretária, também compareceram os secretários adjuntos Paulo Sérgio e Alexandre Douglas, de Cultura e de Agricultura, Pecuária e Pesca, respectivamente; o auditor fiscal e o chefe de Arrecadação da Secretaria Municipal de Tributação, João Evangelista e Aldenor Nogueira, respectivamente; e, o diretor executivo do Cine Teatro Pedro Amorim, Marcos Henrique.

Shirley Pinto frisou que um dos objetivos do encontro foi traçar uma linha de ação uniforme da administração voltada para a consolidação da lei e do colegiado – criado através de lei municipal editada em 2009 –, observando os aspectos legais.

O estágio posterior será ampliar o debate em torno do tema com a participação de todos direta e indiretamente envolvidos com o segmento artístico-cultural, de modo a que as definições possam refletir absoluta democracia.

O esboço que sairá deste momento será levado à mesa do chefe do Executivo.

Facebook