O trabalho administrativo que cabe à Prefeitura do Assú a fim de garantir o aproveitamento dos recursos indicados para o município na esfera do Orçamento Geral da União (OGU) graças a uma emenda parlamentar sugerida pelo deputado federal João Maia, somando R$ 1,2 milhão, deve ser realizado com a maior brevidade possível e, desse modo, possibilitar à gestão fazer uso do aporte financeiro para executar as realizações que são o objetivo da citada verba.

Esta foi a orientação dada nesta quinta-feira (27) pelo prefeito Gustavo Montenegro Soares, ao secretário municipal de Obras, Nuilson Pinto.

Em reunião com o secretário de Obras, Nuilson Pinto, debatemos o andamento do programa municipal de pavimentação de ruas e logradouros do município. O maior programa de obras estruturantes que o Assú já viu até então, também estará contemplando as comunidades da várzea, mais precisamente, Linda Flor, Mutamba, Nova Esperança, Panon I e Panon II. Só nesta fase, são 15 ruas contempladas pelo programa. Este importante investimento é fruto de uma emenda parlamentar do deputado federal João Maia no valor de R$ 1,2 milhão”, ressaltou o prefeito Gustavo Soares, para quem o setor rural merece toda a atenção do seu governo.

Emporio

A inauguração de novos equipamentos físicos no âmbito da rede de serviços aos usuários do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) no Assú se inseriu na agenda tratada nesta quinta-feira (27), entre o prefeito Gustavo Montenegro Soares e o secretário municipal de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação, Carlos Júnior.

O secretário declarou que, em linhas gerais, se debateu o alinhamento de ações da pasta para todo o decorrer do primeiro semestre do ano.

Nosso planejamento aponta uma série de realizações de grande relevância e viemos conversar com o prefeito sobre estes investimentos”, esclareceu.

Carlos Júnior antecipou que, dentre os empreendimentos públicos que o chefe do Executivo entregará à população assuense, consta a sede própria do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), situado nas proximidades do prédio da Secretaria, obra que foi encontrada absolutamente inconclusa pela atual administração e que foi finalizada e, agora, será colocada à disposição da sociedade.

E, também, a implantação de uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS II) localizado no bairro Bela Vista.

A aquisição de novos veículos para a frota automotiva da Secretaria também está no rol de realizações.

A partir de instrução advinda do prefeito Gustavo Montenegro Soares, a Prefeitura do Assú, por intermédio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, intensificou a tarefa de asseio nos espaços públicos onde se constatou maior geração de sujeira por conta do grande volume de pessoas em pontos específicos durante o período do Carnaval deste ano.

O secretário Samuel Fonseca explica que, em razão da expressiva quantidade de pessoas que convergiu para estes locais, uma consequência direta foi um maior número de resíduos sólidos jogados nas vias.

Nosso foco agora é providenciar o recolhimento de todo este material o mais rapidamente possível”, disse o auxiliar da administração municipal.

Depois do sucesso do nosso Carnaval 2020, que felizmente mereceu o reconhecimento da grande maioria da população e do público que visitou nossa cidade no período, determinei à Secretaria Municipal de Serviços Públicos a realização do trabalho de remoção de todo o lixo e detritos em geral que foi produzido durante a época da festa popular. Está sendo realizada a limpeza completa dos pontos onde existiu maior concentração de foliões e foliãs, tais como o Corredor da Folia – formado pelas ruas Augusto Severo, João Pessoa e João Celso Filho –, as margens do rio Piranhas-Açu e a área próxima ao açude público de Mendubim. Simultaneamente, a Secretaria dá seguimento ao processo de coleta regular do lixo domiciliar compreendendo todos os setores do nosso município”, comentou Gustavo Soares.

De acordo com dados levantados pelo Portal da Transparência da Prefeitura de Assu e do Governo do Estado, quando foi prefeito e quando foi secretário de estado, Ivan Junior deve ter dado várias voltas ao mundo com tantas diárias que recebeu.
Segundo os números oficiais, na prefeitura de Assu durante dois mandatos, Ivan recebeu 541 diárias, totalizando R$ 97.515,00. Ou seja, mais de 50% do tempo dele como prefeito foi viajando fora da cidade, recebendo R$ 180 por cada dia.
Já como secretário de estado durante 10 meses do governo Robinson Faria, Ivan Jr. ordenou mais de R$ 1.3 milhões. Só ele e seus quatro assessores diretos, entre eles Marcos Silva, paparam mais de R$ 94 mil.
Analisando bem, com tanto dinheiro, Ivan e sua trupe dariam umas 10 voltas ao mundo, de acordo com o preço das passagens de avião da época, do Brasil ao Japão.

 

FALANDO EM TRIO, olhem pra essa foto.

Um ficou rico, usurpando das família mais simples de Assú. Na matéria sobre o ENCHENTÃO , tem no relatório vários depoimentos de famílias que tiveram suas casas atingidas pela enchente, e foram 252, que totalizava o valor enviado pelo Governo Federal, R$ 4.900,00. A empresa que o Ivan Júnior trouxe de Macaíba, só aplicou R$ 3.000, outros R$ 2.300 e assim por diante. O pior, como desviaram muito dinheiro, para as outras 610 casas, o Governo mandou voltar R$ 3.000.000,00 de reais. IVAN o terrível!

O outro, foi o candidato a Prefeito.

O Adriano Paiva, esse foi procurar pessoas para falar com meu primo Ronaldo, pedindo que não colocasse os detalhes do faturamento da empresa dele, no debate do enriquecimento ilícito de Ivan Júnior. E para os seguidores deu outra versão. O Ivan cantando goga.

Ou seja, os assuenses na verdade já começam a despertar para compreender melhor os personagens da política da oposição.

Não entendo. Se o Ivan está bem na opinião pública, por que então,
o movimento acredito, que o apoia, quer cassar o Prefeito?

Se cantar de galo ganhasse eleição, o Ivan Júnior era Deputado Estadual. Os que vão ou vem de Assú, me dão boas notícias sobre a administração do Doutor. E que ele não fala em candidatura. Mas, segundo essas pessoas o candidato da Oposição está igual a Fátima Morais em 2008, cantou muita goga e quando chegou a hora do pleito, era só goga e perdeu a eleição.

Bom, estou gostando do reconhecimento dos assuenses para nossa coluna. Quero agradecer ao Deolho pelo espaço e o bom é que me informam que somos o blog mais lido da cidade. Claro que é mérito do Emanuel.

O invejoso blog do Além, HOMI , TENHA JUÍZO, FALAR EM NOTA FISCAL… TÚ TÁ DOIDO E TÚ VAI ENDOIDAR MAIS AINDA UM SUJEITO QUE JÁ TÁ JOGANDO PEDRA DE DOIDICE ?

Com regozijo… Abs, Eridu.

  Fotos: Divulgação

Proposta de companhia aérea neozelandesa pretende colocar cápsulas com seis camas cada para serem usadas por um período pré reservado pelos passageiros da classe econômica

Esta é uma proposta que certamente vai agradar muita gente: camas para a classe econômica de uma aeronave. Esta é a proposta anunciada nesta quarta-feira (26) pela Air New Zealand. A companhia aérea acredita que a ideia pode definitivamente revolucionar a experiência de muitos passageiros em voos de longa distância.

A companhia neozelandesa opera alguns dos voos mais longos do mundo e, segundo o diretor de marketing da empresa, Mike Tod (e também de acordo com qualquer pessoa que já tenha ficado mais de 10, 15 horas em uma classe econômica qualquer), a impossibilidade de simplesmente deitar e “se esticar” é uma das maiores dores dos passageiros das classes econômicas em viagens mais longas. “O desenvolvimento do Economy Skynest é uma resposta direta a esse desafio”, explica Tod.

As cápsulas contêm seis camas, cada uma com dois metros de comprimento por 58 centímetros de largura. E tem ainda travesseiro, lençóis, cobertores, tampões para os ouvidos e até uma cortina de privacidade. A idéia é que os pods estejam na cabine da classe econômica e os passageiros reservem as sessões para interromper os voos de longo curso, em vez de ocupá-los durante toda a viagem.

As camas não devem chegar às aeronaves em um período menor que um ano. A Air New Zealand trabalha agora para aprovar o conceito com os reguladores locais. Mais interessante e animador é que a empresa já disse estar disposta a licenciar o formato para outras companhias aéreas também.

Apesar de o projeto das camas ainda não ter saído do papel, a companhia neozelandesa já oferece há algum tempo a possibilidade de o passageiro da classe econômica reservar o que eles chamam de “skycouch”. A proposta consiste em transformar uma fileira de assentos em um grande sofá, inclusive com a possibilidade de ser usado como uma mini-cama após a decolagem.

Olhar Digital

Emporio

Foto ilustrativa: PRF/SE/Divulgação

Até a manhã desta quarta-feira (26), pelo menos oito acidentes graves foram registrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias federais que cortam o Rio Grande do Norte, desde o período de início do carnaval. Felizmente, não houve nenhuma morte nas estradas.

A PRF também informa que durante o feriadão 85 pessoas foram flagradas dirigindo sob efeito de álcool. Do total, seis foram presas. Ainda foram registrados casos de ultrapassagem indevida, receptação de veículo roubado e contrabando, mas a PRF só deverá divulgar todos os dados nesta quinta-feira (27), após o fim da operação, previsto para a meia-noite.

O deputado estadual George Soares (PL) percorreu o carnaval de várias cidades do Vale do Açu e prestigiou de perto, o resgate da festa de Momo por onde passou na região.
Assu, Macau, Carnaubais, Itajá, São Rafael, Jucurutu, Ipanguaçu e Pendências foram algumas das cidades visitadas pelo parlamentar que proporcionaram grandes carnavais para à população, trazendo muita alegria e contagiando os foliões com o clima de união entre todos.
“Percorremos o Vale do Açu e comprovamos o resgate do nosso tradicional carnaval, através dos nossos prefeitos aliados. Os festejos não só trazem o clima de alegria, mas também fomentam a economia, gerando emprego, renda e oportunidades. Por isso, acreditamos que esse carnaval foi, sem dúvidas, uma mostra que nosso Vale unido pode ser uma região ainda mais forte e desenvolvida do nosso estado,” destacou George Soares.

Os estudantes que desejam cursar uma graduação, mas não têm condições de arcar com as mensalidades das faculdades saberão nesta quarta-feira (26) se foram pré-selecionados para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies). O Ministério da Educação (MEC) divulgará o resultado no endereço eletrônico ou nas instituições para as quais se inscreveu.

As inscrições para as duas modalidades começaram em 5 de fevereiro e terminaram no dia 14. De quinta-feira (27) até segunda-feira (2), os alunos pré-selecionados em chamada única deverão complementar as informações da inscrição no FiesSeleção, no endereço eletrônico , para contratação do financiamento. Quem ficou na lista de espera deve enviar informações até três úteis depois da divulgação da pré-seleção.

Na primeira modalidade, o novo Fies oferta vagas com juros zero para estudantes de renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Nessa modalidade, o aluno começará a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda, fazendo com que os encargos a serem pagos pelos estudantes diminuam consideravelmente.

Destinado aos estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos, o P-Fies tem juros que variam de acordo com o banco e a instituição de ensino superior. Essa modalidade funciona com recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento e com os recursos dos bancos privados participantes.

As inscrições para o Fies têm chamada única e lista de espera, na qual os estudantes assumem o lugar de candidatos pré-selecionados desistentes. Já o resultado do P-Fies é apenas divulgado em chamada única. Segundo o MEC, cabe ao estudante consultar o resultado da seleção.

Facebook