A Procuradoria-Geral da República (PGR) recebeu um inquérito da Polícia Federal (PF) em que o senador Flávio Bolsonaro(PSL-RJ) é investigado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica eleitoral. O caso, segundo documentos obtidos pelo GLOBO, envolve “negociações relâmpago de imóveis” que teriam resultado no “aumento exponencial” do patrimônio do filho do presidente Jair Bolsonaro.

O caso é distinto daquele que tramita no Rio e envolve o ex-assessor Fabrício Queiroz, citado em relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

A possível conduta criminosa imputada ao senador está registrada em um despacho assinado pelo subprocurador Juliano Baiocchi. As suspeitas são de lavagem de dinheiro por meio da compra de imóveis e a declaração à Justiça Eleitoral do valor de um imóvel abaixo do seu preço real. Não há detalhes nos documentos sobre quais negociações de imóveis despertaram a suspeita de lavagem de dinheiro.

“Trata-se de notícia de fato na qual o representante relata que o deputado estadual do Rio de Janeiro Flavio Nantes Bolsonaro teria tido aumento exponencial de seu patrimônio por meio de negociações relâmpagos de imóveis, além de ter declarado à Justiça Eleitoral imóvel cujo valor seria consideravelmente maior que o declarado, havendo indícios do crime de falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro”, diz o inquérito.

É o primeiro caso envolvendo o senador a chegar à PGR. A investigação corria em sigilo no Rio desde março do ano passado. Com a eleição de Flávio para o Senado, os documentos foram remetidos a Brasília pelo procurador regional eleitoral do Rio, Sidney Madruga, que também pediu que a PF interrogasse Flávio: “A Procuradoria Regional Eleitoral promove o retorno dos autos, pelo prazo de 60 (sessenta) dias, para oitiva de Flávio Nantes Bolsonaro, e cumprimento de outras diligências porventura necessárias”.

O despacho foi assinado pelo procurador em 7 de novembro de 2018, mas só anteontem o conteúdo do inquérito chegou à Secretaria de Função Penal Originária da PGR, núcleo comandado pela procuradora Raquel Branquinho, que cuida das investigações criminais na procuradoria.

Caberá agora a Branquinho decidir o que fará com as investigações e submeter o material à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que avaliará se encaminha o caso ao Supremo Tribunal Federal (STF) ou o devolve à primeira instância. A tendência, segundo fontes ligadas à investigação, é que o inquérito seja enviado à primeira instância, por envolver fatos anteriores ao mandato de senador.

“No presente caso, vislumbra-se indícios de crime eleitoral quanto a declaração de bens apresentada à Justiça Eleitoral, referente a imóvel declarado em valor consideravelmente inferior ao seu valor de mercado”, diz outro trecho da investigação.

Aumento patrimonial

Recentemente, as transações imobiliárias de Flávio Bolsonaro vieram à tona a partir da revelação de um relatório do Coaf, que detectou depósitos fracionados, em espécie, no valor de R$ 96 mil na conta do então deputado estadual. Flávio afirmou que os repasses decorriam da venda de um apartamento. Os depósitos e as movimentações financeiras de Queiroz estão sendo investigados pelo Ministério Público do Rio.

Na eleição de 2018, Flávio declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter um apartamento (R$ 917 mil) e uma sala comercial (R$ 150 mil), ambos na Barra da Tijuca. Em 2014, o único imóvel que ele declarou foi um apartamento em Laranjeiras (R$ 565 mil). O valor total de seu patrimônio aumentou de R$ 714 mil em 2014 para R$ 1,7 milhão, incluindo aplicações financeiras, um automóvel e participação em empresa.

Procurado, o senador não se manifestou até o fechamento desta edição.

O GLOBO

Blog De olho no Assú
06 - fev/2019

Prefeito de Carnaubais, Dr. Thiago cumpre agenda em Natal

O prefeito de Carnaubais e uma comissão da secretaria municipal de educação, composta pelo secretário Damasceno Neto, professor Edson Cândido e Alcimar Silva coordenador de transporte escolar em Carnaubais.

Todos foram recebidos pelo secretário estadual de educação Getúlio Marques e sua equipe auxiliar: coordenadora Magnólia e Cristina do setor financeiro.

O prefeito evidenciou ao secretário a disponibilidade de atenção que terá a sua gestão na parceria de providências e benefícios canalizados pelos institucionais mecanismos de gestão em que são responsáveis, primando sempre por uma educação com efetiva qualidade.

Entre os vários temas tratados, a questão do transporte escolar foi um dos destaques, sendo a parceria (estado e município) fundamental para assistir estudantes que buscam aprendizagem nas cidades de: Assú, Ipanguaçu e Alto do Rodrigues.

Paralelamente à realização do Campeonato de Blocos 2019, iniciado esta semana e que vai se prolongar até o dia 22 deste mês, com os jogos ocorrendo no interior do Complexo Poliesportivo Deputado Arnóbio Abreu com a participação de 24 equipes em três modalidades esportivas (futsal, vôlei e queimada), a Prefeitura Municipal do Assú diligencia uma série de ações com foco na preparação do organograma físico e logístico para o Carnaval 2019.

Imagem 2/Reprodução

Segundo o secretário de Eventos, Turismo, Esportes e Juventude, Braz Barreto, os encaminhamentos seguem o que foi orientado pelo prefeito Gustavo Montenegro Soares.

O prefeito nos determinou agilizar todos os detalhes referentes ao Carnaval”, frisou o secretário.

Nesta terça-feira (05), Braz Barreto e o secretário adjunto de Eventos e Turismo, Manoel Plácido, foram recebidos em audiência pelo comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Assis Santos (foto 1).

O diálogo girou em torno do esquema de segurança para todo o período de realização do Carnaval 2019 no município.

Outro compromisso ocorreu no leito do Rio Piranhas-Açu, e objetivou ver a área que acolherá a estrutura que a gestão montará no local para receber foliões e populares em geral durante o carnaval (foto 2).

Ambos foram acompanhados pelo secretário de Serviços Públicos, Samuel Fonseca, e pelo coordenador executivo da pasta de Eventos, Turismo, Esportes e Juventude, Clóvis Soares.

Em um dia simbólico para o poder legislativo potiguar, o deputado estadual George Soares (PR), participou, na manhã desta terça (05), do ato de revista das tropas da PM/RN na Assembleia do estado, um momento de tradição em nosso estado.

O parlamentar, que é líder do governo, também acompanhou a leitura da mensagem anual da governadora Fátima Bezerra (PT). “A governadora foi muito sucinta em suas palavras e passou muita confiança de que vamos recuperar nosso estado com muito trabalho e esforço de todos, propondo uma união consistente entre os demais poderes estaduais e toda a classe política”, afirmou o deputado George.

Assessoria de Imprensa do Deputado Estadual George Soares

“Trânsito seguro é questão de atitude, pensando nisso e no pedido feito por diversos moradores do local, solicitei ao excelentíssimo prefeito as implantações de Redutores de Velocidade na Rua Carolina Wanderley, sequenciando com a Rua Martins Pereira, mais precisamente no cruzamento com as Ruas Palmério Filho e José Dantas Pessoa, todas as vias localizadas no Conjunto Janduís. E com o coração cheio de gratidão, agradeço ao excelentíssimo prefeito por ouvir e executar o meu pedido. Agora podemos transitar com mais segurança e comodidade.”

Postado por Iria Araujo

A área da Praça São João, centro da cidade, ficou completamente tomada por uma quantidade estimada em três mil pessoas que foram prestigiar, sábado último, dia 2 de fevereiro, a primeira edição de 2019 da Feira da Lua em Assú. A abertura da agenda 2019 da realização foi coroada de sucesso não apenas pela presença expressiva de pessoas como pela constatação feita por diversos expositores de que houve boas vendas de produtos e serviços.

Outro destaque foi o show musical a cargo de Almir Swingado. A Feira é uma iniciativa da Prefeitura do Assú através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e a Sala do Empreendedor – ação decorrente da parceria do município e o Sebrae/RN. Reconhecedor do potencial da iniciativa para dinamizar o empreendedorismo local e da região, o prefeito Gustavo Montenegro Soares aprovou o calendário da Feira da Lua até o final do ano.

Por todo o exercício de 2019 serão dez edições. A próxima edição está pré-agendada para o dia 30 de março. “(…) Realizamos a abertura do calendário da nossa Feira da Lua, que acontece pelo segundo ano seguido em nossa gestão. Almir Swingado foi a atração responsável pela animação do maior ponto de encontro dos microempresários e famílias assuenses, fazendo a roda da economia girar e estimulando novos negócios e oportunidades de ocupação e renda”, frisou Gustavo Soares.

Imagens: Marcos Costa

Prefeitura Municipal do Assú
Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

Acompanhado do presidente da Câmara, Francisco de Assis Souto, “Tê”, do secretário de Eventos, Turismo, Esportes e Juventude, Braz Barreto, dentre outros auxiliares diretos, o prefeito do Assú, Gustavo Montenegro Soares, compareceu na noite desta segunda-feira, dia 4, à cerimônia de abertura oficial do Campeonato de Blocos 2019. O evento, organizado pela Prefeitura, transcorrerá até o dia 22 deste mês, com os jogos – futsal, vôlei e queimada – ocorrendo no interior do Complexo Poliesportivo Deputado Arnóbio Abreu, com a participação de 24 equipes.

“O torneio de blocos foi um resgate da nossa administração que vem atender uma aspiração dos que gostam da festa popular e procura contribuir com o período pré-carnavalesco de nosso município, propiciando uma competição sadia entre os blocos que participarão da festa de Momo em nossa cidade, sendo uma prévia para o grande carnaval do município”, disse o chefe do Executivo durante seu pronunciamento. Por todo o decorrer desta primeira quinzena de fevereiro a expectativa é que sejam anunciadas a programação oficial e as atrações musicais do Carnaval 2019 do Assú.

Imagens: Marcos Costa

Prefeitura Municipal do Assú
Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

O novo superintendente da Polícia Federal no Paraná, Luciano Flores de Lima, disse que a Lava Jato está “longe do fim”. A operação está prestes a completar cinco anos de vida.

Em cerimônia de posse nesta segunda-feira (4), o delegado afirmou que “outras operações estão no forno” e que há “boas fases por vir”.

A expectativa, entre os investigadores, é que este ano seja tão movimentado quanto 2016, quando foram realizadas 16 fases. ​

Inquéritos que investigam agentes políticos que não se reelegeram e perderam o foro privilegiado, por exemplo, devem descer à primeira instância –e podem ser alvos de novas operações e denúncias, informa a Folha.

Reprodução

O Blog Focoelho, destaca nesta segunda-feira(04) relatos de moradores do sitio Língua de Vaca, comunidade localizada na zona rural da cidade de Ipanguaçu, na região Oeste potiguar, distante 215 km de Natal.  Eles contam que pedras estão sendo jogadas nos telhados das residências e até mesmo nas pessoas.

De acordo com o site interiorano, alguns moradores já deixaram suas casas, pois já não aguentam mais. O mistério é grande, não se sabe de onde vem e nem quem estaria jogando as pedras.

Segundo o Focoelho, a polícia de Assu, Itajá e Ipanguaçu já foram acionadas e mesmo na presença dos policiais as pedras continuam sendo arremessadas.

“Deve ser coisa de outro mundo, só pode ser, ninguém sabe de onde vem essas pedras, de dia e a noite é a mesma situação” disse um morador.

A polícia já realizou diligências a vários dias na região, mas, até o momento, o mistério continua assombrando os moradores.

Como forma de intimidar o líder da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Pastor Alfredo Luiz, que declarou em vídeo divulgado nas redes sociais a importância de obras estruturantes do prefeito Gustavo Soares (PR) nas comunidades da cidade, a oposição de Assu já usou sua ferramenta principal para tentar desqualificar o Pastor: a criação de chafurdos e intrigas!

Eles deveriam se mudar lá para a Venezuela e fazer política por lá, onde não há democracia, já que faltam argumentos políticos e, por isso, eles partem para agressões e difamações no campo pessoal. Esses desocupados e desempregados deviam estar preocupados com as medidas de combate à corrupção que o ministro Sérgio Moro anunciou hoje e que, em breve, deve pegar o líder deles pela corrupção no conhecido caso do “Enchentão”.

Pastor Alfredo vem fazendo um grande trabalho social em Assu e é um homem íntegro e correto, portanto não merece cair na boca desses sujeitos sem moral alguma. Que Deus tenha misericórdia de suas almas difamadoras.

Facebook