As comparações entre as formas de exercer a política da FAMÍLIA SOARES (que se dedicou à cuidar dos interesses coletivos dos
assuenses e, hoje, pode prestar contas do que fez aos seus conterrâneos) e a FAMÍLIA DO REAL ( a do ex prefeito Ivan Júnior, que se dedicou à cuidar de seu enriquecimento, inventando todo tipo de maracutaias contratuais para alcançar seu intento), começam a ficar claras como o dia.

Soube que na solenidade de aniversário da CAERN, todos ouviram isso, o que incomodou o derrotado Ivan e muito.

Vejo, pelo que me mandam, que ele está em desequilíbrio emocional e instável politicamente, diante dos fatos que tenho publicado.

Repito: os assuenses ao tomarem conhecimento de tudo que esse elemento fez dentro da Prefeitura, vão repudiá-lo de uma forma nunca vista.

Por exemplo, Ivan se chateou porque publiquei o documento que prova a compra de 20% das ações da clínica de hemodiálise, uma fortuna. E é porque não falei de outra coisa, feita por ele (Ivan Júnior) em benefício do afortunado IRMÃO.

Um contrato de 40 horas semanais, na unidade de saúde de Nova Esperança, contrato nº 284-2013 no DOM 2133 de 08.03.2013 pág. 05, no valor de R$ 5.500,00 mensais.

Mais outro contrato de 06 horas em regime de plantão, no centro Clínico Dr. Ezequiel Fonseca, no valor de R$ 80.000,00 em 10 meses, contrato nº 291-2013 de 14.03.2013 -DOM 2136 de 14.03.2013, pág. 04.

Pense em um prefeito que só cuidou da família dele, O TAL DO IVAN JÚNIOR.

Isso é ainda pouco diante de outras coisas mais … Abs, Eridu.

O deputado estadual George Soares (PL), juntamente com o presidente da FEMURN, o prefeito Naldinho Araújo, esteve na CAERN, nesta quinta (12), articulando com o presidente da companhia, Roberto Linhares, a negociação dos débitos dos municípios do RN com a instituição.

“Através de uma nova proposta de pactuação de negociação de dívidas antigas de dezenas de municípios, estamos criando um ambiente com a direção da companhia para, assim, encontrar uma solução, como parcelamentos e entradas facilitadas para quitação de contas atrasadas das cidades que se encontram nessa situação no nosso estado,” revelou o deputado George.

O parlamentar ainda ressaltou que, recebendo esses recursos, se criará também condições para a CAERN gerar certidões negativas aos municípios. Uma ação importante para a saúde fiscal municipalista.

A representação do Ministério Público do RN (MPRN) na comarca de Jucurutu abriu uma investigação a fim de apurar a suposta prática de ato de improbidade administrativa consistente no encaminhamento, em período vedado, de Projetos de Lei que aumentaram despesa de pessoal do Poder Executivo do município de Jucurutu.

O alvo da apuração é o ex-prefeito da cidade, George Queiroz (foto).

A averiguação foi instituída pela promotora pública Beatriz Azevedo de Oliveira por meio da Portaria nº 2019/0000384845, publicada por intermédio da edição desta quinta-feira (12) do Diário Oficial do Estado. (mais…)

Foto: (Nacho Doce/Reuters)

O volume de serviços do país teve um crescimento de 0,8% na passagem de junho para julho deste ano, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta quinta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o setor se recupera da queda de 0,7% registrada na passagem de maio para junho.

Os serviços cresceram 1,8% na comparação com julho de 2018, 0,8% no acumulado do ano e 0,9% no acumulado de 12 meses.

A alta de junho para julho foi puxada pelos serviços de informação e comunicação, que avançaram 1,8% no período, que recuperou parte da perda de 2,2% do mês anterior. Também tiveram alta os segmentos de outros serviços (4,6%) e de transportes, serviços auxiliares de transportes e correios (0,7%).

Por outro lado, tiveram queda os segmentos de serviços prestados às famílias (-0,5%) e serviços profissionais, administrativos e complementares (-1,3%).

A receita nominal do setor cresceu 1,6% de junho para julho, 4,7% na comparação com julho de 2018, 4,3% no acumulado do ano e 4,2% no acumulado de 12 meses.

Agência Brasil

A ex-prefeita Lardjane Ciriaco de Araújo Macedo, dois auxiliares dela e 13 empresas e empresários tiveram os bens e contas bancárias bloqueados e sequestrados. A ex-gestora municipal e os auxiliares estão proibidos de manter contato entre si e passam a ser monitorados por meio do uso de tornozeleiras eletrônicas.

Eles estão envolvidos na “Operação Carcará” no município de Santana do Matos nesta quinta-feira, 12, o objetivo foi de apurar desvios de pelo menos R$ 339.902,90 da Prefeitura do município.

Uma operação nacional de enfrentamento à corrupção e à lavagem de dinheiro em nove estados foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (12) pelos Ministérios Públicos estaduais. As ações acontecem no Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe e são promovidas pelos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaecos). Articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC), colegiado que reúne os Gaecos do Brasil, a operação nacional cumpre 87 mandados judiciais, dentre busca e apreensão, prisão, afastamento de funções públicas e uso de tornozeleiras eletrônicas.

O objetivo da operação nacional é combater crimes contra a Administração Pública praticados por servidores públicos e particulares, dentre eles crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, Peculato eletrônico, participação em organização criminosa, associação criminosa, fraude à licitação, lavagem de dinheiro, tráfico de influência, falsidade ideológica e material e fraude processual. “Lançamos uma grande ofensiva contra a corrupção e a lavagem de dinheiro, reafirmando o propósito de defesa do patrimônio público e garantindo a punição dos que teimam em confiar na impunidade. A lei vale para todos”, afirmou o procurador-geral de Justiça de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, coordenador do GNCOC, sobre a ação nacional. Confira as ações por estado:

AMAZONAS
Foi deflagrada a “Operação Tentáculos”, com o objetivo de combater a corrupção dentro do serviço público. Está sendo cumprido um mandado de prisão tendo como alvo uma servidora pública lotada na Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP). Por intermédio do Gaeco, em conjunto com a Polícia Civil do Amazonas, a operação é decorrência da Operação Collusione, deflagrada pelo MPAM em maio de 2019, e tem como objeto apurar a prática dos delitos de tráfico de influência, corrupção ativa, falsidade ideológica e fraude processual no âmbito da secretaria. Há também evidências da prática dos delitos de fraude processual e falsidade ideológica, na medida em que comprovantes de trabalho e de estudo falsos eram utilizados perante a Vara de Execuções Penais para diminuir, de forma indevida e criminosa, a pena dos condenados do regime semiaberto. Atualmente, em Manaus, o regime semiaberto é cumprido por meio de monitoramento eletrônico (tornozeleira), e toda irregularidade no descumprimento da pena deveria ser informada à Vara de Execuções Penais. Porém, essa comunicação não era feita, possivelmente pela interferência de advogados junto a determinados servidores da SEAP, possibilitando que presos condenados por crimes graves não cumprissem efetivamente suas penas.

BAHIA
Na Bahia, foi deflagrada pelo Gaeco a operação “Freio de Arrumação”. A ação resulta de investigação do MP sobre a prática de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato eletrônico, falsidade ideológica e material e associação criminosa, perpetrados por um grupo criminoso, formado por particulares e servidores públicos, que atuavam ilicitamente para a suspensão, cancelamento, anulação e/ou baixa de autuações por infrações de trânsito (multas), decisões de recursos administrativos e procedimentos de inclusão de pontuação em Carteiras Nacionais de Habilitação. Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, dois mandados de exibição de documentos públicos e um mandado de prisão expedidos pela 1ª Vara Criminal de Salvador. Participam da operação 15 promotores de Justiça, 22 servidores do Gaeco, cinco servidores da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI) do MPBA e de 70 policiais rodoviários federais.

RIO DE JANEIRO
Duas operações contra organizações criminosas são realizadas no Rio de Janeiro pelo Gaeco, com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência e da Polícia Civil do Rio. A primeira diz respeito à deflagração da quinta fase da “Operação Open Doors”, que combate um grupo, liderado por hackers, que prática crimes patrimoniais, como a subtração de valores de contas bancárias de terceiros por meio de transações fraudulentas. Serão cumpridos 22 mandados de prisão, além de busca e apreensão, em seis cidades do Estado do Rio de Janeiro e em outros quatro estados: Paraná, Goiás e Minas Gerais. A segunda, denominada “Operação Leak”, cumpre mandados de busca e apreensão contra dois servidores públicos denunciados por lavagem de dinheiro, cuja origem é a atuação em organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas. O MPRJ obteve ainda a decretação da prisão preventiva de outra pessoa, que já se encontra custodiada na Cadeia Pública Constantino Cokotós, em Niterói, e a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão, inclusive com a suspensão da função pública.

RIO GRANDE DO NORTE
Com o objetivo de apurar desvios de pelo menos R$ 339.902,90 da Prefeitura de Santana do Matos, município da região Seridó potiguar, foi deflagrada a “Operação Carcará” no Rio Grande do Norte. Uma ex-prefeita, dois auxiliares dela e 13 empresas e empresários tiveram os bens e contas bancárias bloqueados e sequestrados. A ex-gestora municipal e os auxiliares estão proibidos de manter contato entre si e passam a ser monitorados por meio do uso de tornozeleiras eletrônicas. A Operação Carcará cumpre mandados de busca e apreensão em 15 locais em sete cidades. Ao todo, 19 promotores de Justiça, 17 servidores do MPRN e ainda 69 policiais militares participaram da ação. (mais…)

A chuva que cai em Natal desde o início da noite dessa quarta-feira (11) deve se manter pelo menos até o sábado. É o que indica a previsão do site Climatempo.

Nesta quinta-feira (12), que começou chuvosa, o dia deve ser de “sol com algumas nuvens e chuva passageira durante o dia. À noite, o tempo fica firma”, aponta a previsão.

Os empresários e demais consumidores interessados adotar como base para o sistema elétrico da empresa ou residência a energia fotovoltaica terão a oportunidade de conversar e analisar as propostas de 20 empresas integradoras – aquelas que instalam e fazem manutenção dos painéis – e ainda verificar as linhas de financiamento disponíveis. Essa é a proposta do Encontro de Negócios do Setor Fotovoltaico, que será realizado no dia 23 e que precede o Fórum Potiguar de Energias Renováveis. Para participar do encontro, basta se inscrever no site http://forumenergias.com.br/. (mais…)

Convidamos você, para nesta sexta-feira, dia 13/09/2019 às 18h, comemorarmos juntos, com alegria, mais um importante momento !

A população de Lagoa do Ferreiro ganha a tão sonhada UBS. Esse equipamento de saúde com certeza trará mais conforto e eficiência no atendimento da população e muito mais qualidade de vida para nossos assuenses.
Venha conosco, você é nosso convidado especial❤🌷
#gentecuidandodegente

Com Orçamento estrangulado e sem recursos para bancar sua parte nos subsídios do Minha Casa Minha Vida, o governo recorreu ao FGTS para que o fundo, formado com os recursos da poupança forçada dos trabalhadores, banque a totalidade das subvenções das faixas 1,5 e 2 (destinadas às famílias com renda de até R$ 4 mil). A medida tem potencial de destravar R$ 26,2 bilhões em investimentos do programa.

Por regra, o FGTS paga 90% da subvenção para a compra do imóvel, enquanto os outros 10% são bancados com recursos da União. O subsídio é concedido por meio de um desconto no valor da residência e por juros mais baixos do que os praticados nas outras linhas. Quando falta recursos no caixa do governo federal, porém, a União não paga a parte dela, o que acaba travando a operação, já que a Caixa não autoriza empréstimos só com a parte do FGTS. (mais…)


Facebook