Nesta terça-feira (04), teve início a programação da Jornada Pedagógica 2020.Na solenidade de abertura o Secretário de Educação Professor Antônio Damasceno recepcionou autoridades, professores e servidores da educação no ginásio poliesportivo municipal.
Na solenidade de abertura, o prefeito Dr. Thiago falou aos presentes e pediu a cada um dos servidores, – professores, merendeiras, vigias e motoristas, – dedicação no desempenho de suas funções.
A programação prossegue debatendo temas importantes nesta quarta-feira, na sede da SEMTHAS, com palestra com o professor Lindemberg Rocha.

Motoristas de Alto do Rodrigues, Assú, Carnaubais, Ipanguaçu, e Macau, entre outras cidades da região que não receberam suas carteiras de habilitação devem se dirigir a unidade representativa do Detran/RN localizada na Central do Cidadão em Assú.

O chamamento é feito por Edmilson Viana Pimenta que integra o setor de habilitação. Ele explica que o documento após ser emitido é enviado pelos Correios para o endereço declarado pelo motorista no momento do preenchimento de dados. Mas, nem sempre é possível efetuar a entrega e este acaba voltando para o Detran local onde se acumula.

Já são 509 os estudantes do município do Assú diretamente beneficiados com o programa Bolsa Educação, executado pela Prefeitura do Assú, iniciativa de apoio financeiro ao transporte de estudantes do município, de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social, que viajam diariamente para universidades ou similares localizadas nas cidades de Mossoró e Angicos.

A iniciativa é gerenciada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação.

São 264 alunos que estudam em Mossoró e 245 em Angicos.

Desde agosto de 2019 a totalidade dos alunos de graduação do Assú que precisam deslocar-se para as duas cidades e que tiveram deferido o ingresso no programa estão tendo direito ao auxílio financeiro institucional.

A medida, que assegura que 100% de todo o alunado nesta situação, que teve a inscrição aprovada no programa, tanto os novos inscritos quanto os recadastrados, foi autorizada pelo prefeito Gustavo Montenegro Soares, segundo o secretário municipal de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação, Carlos Júnior.

O desembolso é feito mensalmente, na forma de crédito bancário, atendendo as duas faixas de valores financeiros dos beneficiários.

Os que se dirigem a Angicos têm direito à importância de R$ 80,00.

Por sua vez os que seguem para Mossoró recebem uma cooperação monetária de R$ 150,00.

Na edição de segunda-feira (03), do Diário Oficial do Município do Assú foi divulgada a relação nominal dos estudantes contemplados, correspondente ao semestre letivo 2020.1 (fevereiro a junho).

Veja a lista no link do Diário Oficial no site www.assu.rn.gov.br.

Com a presença de integrantes da administração municipal e de membros da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do estado, aconteceu na manhã desta terça-feira (04), um encontro que colocou em debate o planejamento estratégico voltado para a segurança durante o período de realização do Carnaval 2020 no município do Assú, a ser vivenciado de 21 a 25 deste mês.

A reunião se desenvolveu nas dependências do comando geral do 10º BPM local.

Um dos representantes da Prefeitura, o secretário municipal de Eventos, Turismo, Esportes e Juventude, Braz Barreto, frisou que, na oportunidade, todos os pontos referentes à folia foram discutidos e revisados. (mais…)

Titular da 3ª Promotoria de Justiça da comarca do Assú, Alexandre Gonçalves Frazão converteu o Procedimento Preparatório n.º 03.23.2372.0000013/2019-59 no Inquérito Civil nº 04.23.2043.0000016/2020-43 a fim de sequenciar uma investigação: a carência de médicos nas escalas de serviço do Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos (HRNIS), em Assú.

O ato se observou com a veiculação, nesta terça-feira (04), através do Diário Oficial do Estado, da Portaria nº 293253.

A averiguação teve origem numa reclamação formulada ao fiscal da lei pela pessoa de Francisco Aldemiro Bezerra Cabral.

Num dos considerandos, o representante do Ministério Público do RN (MPRN) frisou que, “segundo preliminarmente apurado nos autos do Procedimento Preparatório em referência, o Hospital Regional de Assú está com claros na sua escala de médicos, notadamente na clínica médica, deixando pacientes internados sem a retaguarda desse profissional, entre outros prejuízos”.

O 2º promotor púbico orientou a notificação do secretário estadual de Saúde Pública (Sesap), Cipriano Maia, para que, junto com representante da Coordenadoria de Hospitais, compareçam à sede da Procuradoria Geral de Justiça do RN (PGJ/RN), em Natal – sala de audiências a ser reservada – para audiências sobre o objeto dos autos, no dia 09 de março próximo, uma segunda-feira, pelas 9h30, notadamente sobre a carência de médicos na clínica médica do HRNIS.

Fonte: Pauta Aberta

Por intermédio do exemplar do dia 31 de janeiro passado do Diário Oficial do Município do Assú se verificou a publicação do aviso que se refere a um procedimento licitatório que diz respeito a mais uma realização estrutural surgida a partir de uma demanda da própria população e que foi autorizada pelo prefeito Gustavo Montenegro Soares.

O comunicado, assinado pela presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Prefeitura, Elisângela Dantas, trata da Concorrência Pública nº 002/2020.

O objeto da citada licitação é a contratação de empresa do ramo da construção civil para a edificação de uma praça radical que se localizará no bairro São João, setor urbano do Assú.

O recebimento de propostas da referida Concorrência foi agendado para 9h do dia 04 de março próximo, uma quarta-feira, na própria CPL.

Com este empreendimento o prefeito Gustavo Soares atende uma solicitação dos adeptos do skate, bicicross e outros esportes radicais da cidade”, explica o secretário Nuilson Pinto, da pasta municipal de Obras.

Uma denúncia com um áudio gravíssimo que circula nos grupos de Whatsapp mostra a armação que funcionários que “devem favor” ao ex-prefeito Ivan Júnior estão montando, para prejudicar os serviços do Hospital Regional de Assu. A intenção claramente é criar chafurdo dentro da instituição de saúde.
A voz da moça que está no áudio fala com detalhes de um verdadeiro esquema montado por Ivan Júnior e seus comparsas para inventar factóides. Tudo na tentativa de manter no Hospital, pessoas indicadas por ele sem nenhuma qualificação para a função, ainda frutos de acordos políticos dos governos de Rosalba e Robinson.
Agora a verdade apareceu e as medidas precisam ser tomadas.
Estes são péssimos funcionários que vivem no Hospital de Assu para fazer politicagem e confusão política.
No áudio, ainda podemos ver que estão tentando disfarçar de reuniões com jovens, quando na verdade o intuito é  incentivar o ódio e as brigas no Hospital.
Um caso sério que precisa ser apurado pelos órgãos competentes. Armações estão sendo feitas para botar as pessoas para perder o emprego e dizerem que estão sendo perseguidas. Vamos aguardar o desfecho da justiça e ficar de olho.

 

Compreendo a luta do Blog do Além, pois para pagar o salário que ganha, ele tem que fazer a parte suja da política dos seus chefes, pois só lhe pagam se falar e caluniar os Soares. Vamos entender os fatos que levaram o IVAN JÚNIOR ter deixado, ao sair da PMA, a saúde do Assú no estado deplorável que deixou.

Primeiro: no seu ambicioso desejo de ficar rico começou:

– Contratando a família com contratos milionários, acho que se juntar os oito anos, deve passar de 3 milhões de reais;

– O seu Irmão Dr. Caio Lopes comprou parte da Clínica de Hemodiálise. Dizem ser uma mina de ganhar dinheiro e colocou o laboratório do Pai e dele lá dentro. Investimento de 4 milhões de reais;

– Achando pouco, Ivan Jr. VENDEU os votos dos assuenses por 750 mil reais, na campanha do Henrique Alves; (vejam foto dos contratos)

Segundo: juntou um pequeno grupo de empresários e passou a prestigia-los, comprando milhões e milhões de reais. Muitos não fizeram as obras ou não prestaram os serviços. Outros foram escolhidos para vender por influência política. Isto é, mais de 20 milhões de reais.

 

 

Tudo isso está documentado em relatórios, tomadas de contas especiais, notas e recibos dentro da PMA e no TCU, CGU, AGU e MPF.

Ele nega mais está lá.

Agora, caro blogueiro do Além, que está claro, VEJA O RESULTADO QUE O DERROTADO DEIXOU A SAÚDE EM ASSÚ.

– As UBS paradas e salários atrasados;

– A UPA parada e fornecedores atrasados;

– O Hospital sem UTI, mas o sogro botou no Hospital.

Esse é o retrato sem retoques da farsa política de vocês, chefiados pelo RICAÇO IVAN LOPES JÚNIOR.

Agora, ele usa as pessoas que durante oito anos abandonou para fazer exploração política, sem dó e nem piedade. Peço que tenha vergonha na cara e pegue o dinheiro que vendeu os votos do assuenses E DEVOLVA! Para a família do Alexandre, tudo isso foi tirado também dele. Abs, Eridu.

ESCOLA DO PACHECO…

AVANÇAM AS REFORMAS ESTRUTURAIS.

Em parceria com os pais, o muro foi aumentado para garantia mais segurança aos alunos.

E uma nova sala está sendo concluída, com base para construção do 1º andar.

PARABÉNS DIRETOR!!!

ASSECOM – Assessoria de comunicação.

Emporio

Com grande presença de torcedores e público em geral e muita motivação dos competidores, foi iniciada domingo passado (02), a programação socioesportiva do Assú Verão, uma iniciativa da Prefeitura do Assú, através da secretaria Municipal de Eventos, Turismo, Esportes e Juventude.

O primeiro fim de semana de jogos foi exclusivamente dedicado ao beach soccer, que reúne 12 equipes. Edson Sampaio e Carmésio Cabral, respectivamente, secretário municipal adjunto de Esportes e Juventude e coordenador técnico e de arbitragem, expuseram uma avaliação positiva da realização.

Edson Sampaio declarou que a partir do próximo final de semana se observarão os confrontos das outras duas modalidades esportivas do Assú Verão, ambas igualmente com 12 vagas disponíveis: futevôlei e vôlei.

Realizado numa estrutura especialmente montada nas areias do rio Piranhas-Açu, o Assú Verão será incluído no itinerário de eventos pré-carnavalesco da cidade.

As etapas subsequentes ocorrerão nos dois domingos seguintes do mês: 09 e 16.

O Assú Verão significa mais um resgate oportunizado pela gestão do prefeito Gustavo Montenegro Soares e objetiva incrementar o período que antecede à folia de Momo.

Emporio

Facebook