Blog De olho no Assú
08 - out/2018

George Soares, o deputado do Vale agradece!

 

eu Rio Grande do Norte, há quase 8 anos trabalho muito para representar todos vocês e fazer o melhor pelo povo do meu Estado. E hoje, mais uma vez, esse trabalho foi reconhecido!

Ter esse trabalho reconhecido não tem preço, não há quem pague! A cada plenário, a cada busca por emendas e propostas de lei, é sempre por vocês que eu luto!

Agradeço primeiramente ao meu Deus, à minha família e a todos vocês que confiam e depositam a sua confiança em mim ao longo de três eleições!

Meu Vale do Açu, não tenho palavras! Mas reafirmo o meu compromisso de lutar ainda mais por essa terra que cresci e que sonho em vê-la ainda maior! Nós somos gigantes!

Juntos, nós sabemos trabalhar ainda mais! Essa vitória é de todos nós, meu muito obrigado!

George Soares.

Carnaubais – Para entender o recado das urnas, é preciso calçar as sandálias da humildade e buscar compreender aspectos contraditórios que merecem análises e reflexões.

Nestas eleições foi possível constatar, pelo menos, a lição de que para ser reconhecido é preciso não andar de “salto alto” e respeitar o adversário.

O exemplo veio do Chico Guerreiro, que sem dinheiro e sem história política, obteve 1.596 votos, sendo o campeão de votos em Carnaubais na disputa por uma vaga no parlamento estadual.

Com uma campanha “simples e humilde”, ele conseguiu mobilizar centenas de pessoas que lhe fizeram o mais votado em todas as 27 urnas do município.

Ao todo, Chico Guerreiro obteve 2.405 votos. Não conseguiu o mandato, mas comemorou o resultado, que de certa forma, mostra a descrença dos eleitores com a classe política do RN.

Toni Martins às

O ex prefeito de Assú, Ivan Junior, praticamente já entrega os pontos de uma derrota nesta eleição estadual.

Sem conseguir apoios no estado e sem mostrar forças dentro de Assú, sua candidatura à deputado estadual chega ao final com cara de derrota inevitável.

Pesquisas de análises que envolvem as coligações, mostram Ivan Junior praticamente derrotado e como suplente bem distante.

Sem propostas e não tendo o que mostrar de novo para população do Vale, Ivan Junior demonstrou um único interesse nessa eleição: tentar atrapalhar a reeleição do seu rival, George Soares.

Vamos aguardar o resultado das urnas, mas as previsões não são boas para o ex-prefeito derrotado de Assú.

A CONSULT, instituto de pesquisa que o ex prefeito de Assú, Ivan Junior, disse no rádio que o dava como eleito há uma semana do pleito, publicou uma projeção na imprensa potiguar que bota Ivan como, praticamente, derrotado pelas vagas da coligação.

Com 15 deputados de mandatos candidatos e outros fortes sem mandato buscando uma vaga na Assembleia, o instituto diz que George Soares estaria eleito na 5º vaga da coligação e Ivan Junior ficaria na 15º vaga da coligação. De acordo com esse estudo, Ivan Júnior não alcançaria o percentual necessário para brigar pelas vagas criadas na coligação que pertence. O instituto levou em consideração também a consistência das bases aliadas e apoios políticos de cada candidato.

Então, essa história de cantar ‘goga’ e se dizer eleito não bate com a realidade do estado. Ivan municipalizou sua candidatura e, fora de Assú, demonstra não ter forças para ser liderança estadual. Fica bem nítido agora a intenção dele de apenas tentar atrapalhar a reeleição do deputado do Vale.

Veja o estudo completo da CONSULT no link: https://www.blogdobg.com.br/projecao-do-bg-confira-as-projecoes-para-a-coligacao-trabalho-e-superacao-ii-para-deputado-estadual/

(Westend61/Getty Images)

Se as notícias sobre aquecimento global já deixavam você preocupado com o futuro, aí vai mais uma: de acordo com um relatório elaborado pela Administração Nacional de Segurança Rodoviária (NHTSA, na sigla em inglês) – uma agência ligada ao Departamento de Transportes dos EUA – a temperatura da Terra vai subir 4 graus Celsius até 2100.

O número é preocupante: o Acordo de Paris, tratado climático elaborado pela ONU e assinado por 175 países, estabelece como limite um aumento de 2 graus. Esse seria o máximo de aquecimento que o planeta aguentaria antes de começar a sofrer consequências graves, como derretimento das calotas polares, forte elevação do nível do mar e inundação de grandes áreas costeiras.

O relatório, de mais de 500 páginas, não apresenta possíveis soluções para o problema. Na verdade, ele faz o oposto. Segundo o jornal Washington Post, que teve acesso ao documento, a NHTSA afirma que não há mais nada a ser feito.

De acordo com a publicação, o relatório teria sido elaborado para justificar o fim das medidas que limitam a emissão de poluentes pelos carros, já que nenhuma iniciativa ou regulação ambiental seria suficiente para evitar um cenário catastrófico. Segundo o site Popular Mechanics, a pesquisa vem acompanhada de um plano para congelar, a partir de 2020, os padrões de eficiência de combustível no país (ou seja: os carros não precisarão reduzir sua emissão de poluentes).

Em junho de 2017, o presidente Donald Trump anunciou que os EUA sairiam do Acordo de Paris, atitude que gerou críticas de governos do mundo todo. Segundo o Washington Post, a Casa Branca também teria tentado alterar normas que exigem cortes na emissão de CO2, sem sucesso.

A descrença do governo Trump com relação ao aquecimento global pode custar caro. Desregulamentações como essas poderiam jogar mais 8 bilhões de toneladas de dióxido de carbono na atmosfera – o que significaria dobrar as emissões de CO2 dos Estados Unidos. O relatório – elaborado por uma agência dos Transportes, não do Meio Ambiente – foi criticado por ambientalistas. Seus dados ainda não passaram por revisão de outras entidades.

Super Interessante

 

O Blog do BG mais uma vez lança rodada de projeções para as eleições proporcionais como fez nos pleitos de 2012 e Natal, 2014 no Estado e 2016 em Natal. As projeções são feitas com base nas pesquisas realizadas pelo Instituto Consult de junho até a primeira semana de outubro. Ela abrange as eleições para deputado estadual e para deputado federal. Em 2012, o blog acertou 24 dos 29 vereadores eleitos. Em 2016, o BG acertou 21 dos 29 vereadores eleitos em Natal em Natal. No pleito de 2014, para deputados, o BG acertou os oito deputados federais eleitos e 21 dos 24 deputados eleitos.

Para 2018, a base de pesquisas foi a maior da história do Rio Grande do Norte. Foram realizadas 6.800 entrevistas divididas em quatro pesquisas de 1700 questionários. Nas quatro pesquisas, foram citados 131 nomes 296 aptos pela Justiça Eleitoral para a concorrerem nas eleições de deputado estadual.

Todas as análises feitas foram projetadas com base em cada coligação de forma separada levando em consideração o eleitorado potiguar de 2.373.678. Estimando, aproximadamente 40% de votos em branco, nulos e abstenções, deveremos aproximadamente 1.500.000 de votos válidos. Por tanto, o quociente eleitoral para deputado estadual deverá ficar entre 62 e 70 mil, ou seja, a cada vez que uma coligação ou partido não-coligado atingir esse total de votos, elege um representante na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN).

100% RN II (MDB/DEM/PDT/PP/PODE)

Essa coligação conta com 22 candidatos. Foram mais citados nas pesquisas Consult:

1º Getúlio Rêgo
1º Nélter Queiroz
3º Hermano Morais
4º Adjuto Dias
5º Nina Souza

Projeção do Blog: 3 + 1

Pela análise do Blog em cima dos números das pesquisas Consult, é possível avaliar que essa coligação elege três deputados estaduais com possibilidade de eleger um quarto a depender da votação da coligação.

Estão em pé de igualdade em primeiro dessa coligação, segundo a pesquisa Consult, Getúlio Rêgo e Nélter Queiroz. Colado neles, com uma pequena diferença, está Hermano Morais. O candidato Adjuto Dias e Nina Souza foram os menos citados dos cinco nas pesquisas Consult e o blog arrisca a dizer que pela distribuição por região das citações, Adjuto Dias levaria vantagem sobre Nina Souza.

 

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5T5MsawHk

O Blog do BG mais uma vez lança rodada de projeções para as eleições proporcionais como fez nos pleitos de 2012 e Natal, 2014 no Estado e 2016 em Natal. As projeções são feitas com base nas pesquisas realizadas pelo Instituto Consult de junho até a primeira semana de outubro. Ela abrange as eleições para deputado estadual e para deputado federal. Em 2012, o blog acertou 24 dos 29 vereadores eleitos. Em 2016, o BG acertou 21 dos 29 vereadores eleitos em Natal em Natal. No pleito de 2014, para deputados, o BG acertou os oito deputados federais eleitos e 21 dos 24 deputados eleitos.

Para 2018, a base de pesquisas foi a maior da história do Rio Grande do Norte. Foram realizadas 6.800 entrevistas divididas em quatro pesquisas de 1700 questionários. Nas quatro pesquisas, foram citados 131 nomes 296 aptos pela Justiça Eleitoral para a concorrerem nas eleições de deputado estadual.

Todas as análises feitas foram projetadas com base em cada coligação de forma separada levando em consideração o eleitorado potiguar de 2.373.678. Estimando, aproximadamente 40% de votos em branco, nulos e abstenções, deveremos aproximadamente 1.500.000 de votos válidos. Por tanto, o quociente eleitoral para deputado estadual deverá ficar entre 62 e 70 mil, ou seja, a cada vez que uma coligação ou partido não-coligado atingir esse total de votos, elege um representante na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN).

Trabalho e Superação II (PSD/PSDB/PR/PROS/PSB)

Essa coligação conta com 31 candidatos. Foram mais citados nas pesquisas Consult:

1º Tomba Farias
2º Ezequiel Ferreira
3º Raimundo Fernandes
4º Gustavo Carvalho
5º George Soares
6º Terezinha Maia
——————
7º Albert Dickson
8º Larissa Rosado
9º José Dias
10º Galeno Torquato
11º Jorge do Rosário
12º Jacó Jácome
13º Vivaldo Costa
14º Márcia Maia
15º Ivan Júnior
—————–
16º Ricardo Motta
17º Gustavo Costa
18º Gustavo Fernandes
19º Ederlinda

Projeção do Blog: 11 + 1

Pela análise do Blog em cima dos números das pesquisas Consult, é possível avaliar que essa coligação elege 11 deputados estaduais e deverá ter uma boa votação, o que permite avaliar que a coligação tem chances reais de fazer uma 12ª cadeira a depender do desempenho dos candidatos da própria e das coligações adversárias.

Nessa coligação estão com uma situação mais tranquila: Tomba Farias, Ezequiel Ferreira, Raimundo Fernandes, Gustavo Carvalho, George Soares e Terezinha Maia.

Depois vem um segundo bloco dos candidatos que briga diretamente pela votação intermediária, sendo eles: Albert Dickson, Larissa Rosado, José Dias, Galeno Torquato, Jorge do Rosário, Jacó Jácome, Vivaldo Costa, Márcia Maia e Ivan Júnior.

Em uma situação mais delicada dentro dessa coligação, segundo os números da pesquisa Consult, estão: Ricardo Motta, Gustavo Costa, Gustavo Fernandes e Ederlinda.

O Blog do BG mais uma vez lança rodada de projeções para as eleições proporcionais como fez nos pleitos de 2012 e Natal, 2014 no Estado e 2016 em Natal. As projeções são feitas com base nas pesquisas realizadas pelo Instituto Consult de junho até a primeira semana de outubro. Ela abrange as eleições para deputado estadual e para deputado federal. Em 2012, o blog acertou 24 dos 29 vereadores eleitos. Em 2016, o BG acertou 21 dos 29 vereadores eleitos em Natal em Natal. No pleito de 2014, para deputados, o BG acertou os oito deputados federais eleitos e 21 dos 24 deputados eleitos.

Para 2018, a base de pesquisas foi a maior da história do Rio Grande do Norte. Foram realizadas 6.800 entrevistas divididas em quatro pesquisas de 1700 questionários. Nas quatro pesquisas, foram citados 79 nomes 113 aptos pela Justiça Eleitoral para a concorrerem nas eleições de deputado federal.

Todas as análises feitas foram projetadas com base em cada coligação de forma separada levando em consideração o eleitorado potiguar de 2.373.678. Estimando, aproximadamente 40% de votos em branco, nulos e abstenções, deveremos aproximadamente 1.500.000 de votos válidos. Por tanto, o quociente eleitoral deverá ser de cerca de 187 mil, ou seja, a cada 187 mil votos, a coligação ou partido elege um federal.

100% RN (MDB/DEM/PP/PODE/PDT/PODE)

Esta coligação reúne 15 candidatos. Segue a lista dos mais votados:

1º Walter Alves
2º José Agripino
3º Beto Rosado

Projeção do Blog: 2 + 1 vagas

Pela avaliação do Blog, essa coligação elege dois deputados federais, sendo Walter Alves eleito e, se não o mais votado, um dos deputados mais votados do Rio Grande do Norte. José Agripino também eleito com tranquilidade. Essa coligação também pode eleger o terceiro deputado federal na sobra, só que com menos chances que outras coligações porque deve ter uma sobra de aproximadamente 140 mil votos. Para conquistar a terceira vaga, a coligação depende do bom desempenho dos candidatos e ainda contar com uma quebra de votos das outras coligações. Se confirmar a terceira

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5T596FnwO

O Blog do BG mais uma vez lança rodada de projeções para as eleições proporcionais como fez nos pleitos de 2012 e Natal, 2014 no Estado e 2016 em Natal. As projeções são feitas com base nas pesquisas realizadas pelo Instituto Consult de junho até a primeira semana de outubro. Ela abrange as eleições para deputado estadual e para deputado federal. Em 2012, o blog acertou 24 dos 29 vereadores eleitos. Em 2016, o BG acertou 21 dos 29 vereadores eleitos em Natal em Natal. No pleito de 2014, para deputados, o BG acertou os oito deputados federais eleitos e 21 dos 24 deputados eleitos.

Para 2018, a base de pesquisas foi a maior da história do Rio Grande do Norte. Foram realizadas 6.800 entrevistas divididas em quatro pesquisas de 1700 questionários. Nas quatro pesquisas, foram citados 79 nomes 113 aptos pela Justiça Eleitoral para a concorrerem nas eleições de deputado federal.

Todas as análises feitas foram projetadas com base em cada coligação de forma separada levando em consideração o eleitorado potiguar de 2.373.678. Estimando, aproximadamente 40% de votos em branco, nulos e abstenções, deveremos aproximadamente 1.500.000 de votos válidos. Por tanto, o quociente eleitoral deverá ser de cerca de 187 mil, ou seja, a cada 187 mil votos, a coligação ou partido elege um federal.

Renova RN I (PSL/SD/PSC/PV/DC)

Esta coligação reúne 16 candidatos. Segue a lista dos mais votados:

1º General Girão
2º Pastor Sandoval
3º Renato Fernandes
4º Bertone Marinho
5º Lawrence Amorim

Projeção do Blog: 0 + 1 vaga

Pela avaliação do Blog, essa coligação não elege diretamente um deputado federal, mas tem grandes chances de fazer um na maior sobra, que ficará bem próxima do quociente eleitoral. A coligação briga para retirar a quinta vaga da coligação Trabalho e Superação. Se conquistar, essa vaga deve terminar ficando com o General Girão.

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5T58rgxbx

O Blog do BG mais uma vez lança rodada de projeções para as eleições proporcionais como fez nos pleitos de 2012 e Natal, 2014 no Estado e 2016 em Natal. As projeções são feitas com base nas pesquisas realizadas pelo Instituto Consult de junho até a primeira semana de outubro. Ela abrange as eleições para deputado estadual e para deputado federal. Em 2012, o blog acertou 24 dos 29 vereadores eleitos. Em 2016, o BG acertou 21 dos 29 vereadores eleitos em Natal em Natal. No pleito de 2014, para deputados, o BG acertou os oito deputados federais eleitos e 21 dos 24 deputados eleitos.

Para 2018, a base de pesquisas foi a maior da história do Rio Grande do Norte. Foram realizadas 6.800 entrevistas divididas em quatro pesquisas de 1700 questionários. Nas quatro pesquisas, foram citados 79 nomes 113 aptos pela Justiça Eleitoral para a concorrerem nas eleições de deputado federal.

Todas as análises feitas foram projetadas com base em cada coligação de forma separada levando em consideração o eleitorado potiguar de 2.373.678. Estimando, aproximadamente 40% de votos em branco, nulos e abstenções, deveremos aproximadamente 1.500.000 de votos válidos. Por tanto, o quociente eleitoral deverá ser de cerca de 187 mil, ou seja, a cada 187 mil votos, a coligação ou partido elege um federal.

Coligação Trabalho e Superação (PSD/PTC/PR/PROS/PSB/PSDB/PRB/AVANTE/PMB/PTB/PPS)

Esta coligação reúne 15 candidatos. Segue a lista dos mais votados:

1º Fábio Faria
2º Benes Leocádio
3º João Maia
4º Carla Dickson
5º Rafael Motta
6º Rogério Marinho
7º Abraão Lincoln
8º Karla Veruska

Projeção do Blog: 4 + 1 vagas

Pela avaliação do Blog, essa coligação elege quatro deputados federais diretamente com possibilidade de eleger o quinto na maior sobra do quociente eleitoral, que deve terminar ficando com uma sobra de votos muito próxima do quociente. Os três primeiros estariam com uma folga maior para os demais concorrentes que brigam pela quarta ou possível quinta vaga. Essa última vaga está em aberto, porém com mais chances de serem confirmadas para essa coligação.

Devem se eleger com mais folga Fábio Faria, como o mais votado da coligação; Benes Leocádio e João Maia. A quarta vaga se desenha para Rafael Motta. E disputam a última vaga Rogério Marinho, Abraão Lincoln e Karla Veruska.

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5T58OgINK

Facebook