A precoce morte do professor Berg Ribeiro vem preencher de grande tristeza este domingo, não só para os membros de sua família como para todos que tiveram o privilégio de compartilhar a alegria, companheirismo e amizade dele, principalmente os seus colegas da área de educação, todos enlutados com sua morte. Que Deus possa aliviar a dor e vazio que preenche os corações e todos que sentem sua partida. Que o Pai Celestial venha confortá-los e proporcionar à alma de Berg o merecido descanso eterno”, destacou a prefeita em exercício e também educadora Sandra Alves.Em nome de todo o conjunto da administração pública municipal do Assú, a prefeita em exercício Sandra Alves manifestou profundo pesar pelo óbito, registrado neste domingo, dia 14 de junho, do professor ANTONIO GUTEMBERG RIBEIRO, carinhosamente conhecido por Berg Ribeiro, de 61 anos de idade. Educador dos quadros da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, lotado na Escola Municipal Professora Nair Fernandes Rodrigues, Berg Ribeiro faleceu vítima de parada cardiorrespiratória.

Foto: GREG BAKER/AFP

A China anunciou, neste domingo, 57 novos casos da Covid-19, o número diário mais alto desde abril. A notícia traz o temor de uma segunda onda da doença no país onde a epidemia surgiu no fim de dezembro de 2019.

Segundo a Comissão Nacional de Saúde, 36 dos novos casos são de pessoas infectadas localmente em Pequim, 19 são em pessoas que chegaram do exterior e dois ocorreram na província de Liaoning, mas estão relacionados às contaminações na capital.

As autoridades sanitárias da capital chinesa afirmaram que os casos comunitários estão vinculados com o mercado de Xinfadi, ao sul da cidade, que vende a maior parte dos produtos frescos consumidos em Pequim. O país contabiliza oficialmente 4.634 mortes na pandemia e mais de 80 mil casos.

O novo foco identificado nos últimos dias levou as autoridades chinesas a decretar o confinamento de 11 bairros residenciais próximos ao mercado, o fechamento de nove colégios e creches e a suspensão de eventos esportivos, reuniões e visitas em grupo a outras províncias.

Mesmo assim, outros dois casos foram confirmados no domingo na província de Liaoning, no noroeste do país. De acordo com as autoridades, eles estão vinculados com os contaminados de Pequim.

Um homem de 56 anos, que trabalha como motorista de ônibus no aeroporto e visitou o mercaod de Xinfadi antes de ficar doente, é um dos novos casos confirmados neste domingo, como informou o Diário do Povo, órgão de imprensa do Partido Comunista.

A seção de carne do gigantesco mercado estava fechada neste domingo. A AFP constatou que centenas de policiais e seguranças bloqueavam o acesso àquela zona. Todos os trabalhadores do mercado, os vizinhos ao estabelecimento e as pessoas que visitaram o local têm de fazer o teste de diagnóstico do novo coronavírus.

As empresas, assim como outros bairros da cidade, começaram a questionar os empregados e os moradores sobre seus movimentos recentes. Um mercado de verduras adjacente a Xinfadi abriu neste domingo, e os caminhões chegavam para entregar e recolher a mercadoria.

Um motorista afirmou que, quando estava recolhendo caixas de cogumelos para levar a supermercados e a restaurantes em Pequim, a máscara escorregou do seu rosto.

“Medo? Não”, disse Zhang à AFP. “Mas não tenho escolha. Sou parte da classe mais baixa da sociedade. Por isso tenho que trabalhar para ganhar a vida.”

Em ruas próximas ao mercado, a população estava confinada em suas casas e os restaurantes, fechados. Um morador, chamado Chen, contou que tem feito várias viagens de carro até a entrada da comunidade para levar alimentos para sua família. “Assim que acabar, me juntarei a eles. Então, não poderei mais sair.”

Alimentos em destaque

A Covid-19 surgiu no final do ano passado no mercado de frutos do da cidade de Wuhan, onde eram vendidos animais selvagens vivos.

O surto identificado na semana passada em Pequim se concentrou na higiene da cadeia alimentar da cidade. Segundo a imprensa estatal, o vírus foi detectado em tábuas usadas no manuseio de salmão importado. A maioria dos supermercados removeu o produto de suas prateleiras.

As autoridades de Pequim ordenaram que a cadeia alimentar fosse inspecionada com foco em carne fresca e congelada, carne de frango e peixe em supermercados, armazéns e serviços de catering.

A maioria dos casos nos últimos meses no país foi de chineses vindos do exterior para casa. As outras 19 infecções relatadas neste domingo foram todos casos importados, incluindo 17 viajantes em um voo da China Southern, proveniente de Bangladesh.

O Globo

Emporio

Foto: Geraldo Bubniak/AGB

A secretária municipal de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, anunciou em uma live, na tarde deste sábado (13), novas medidas de combate à pandemia do coronavírus. As medidas entram em vigor a partir deste sábado e passam a valer a partir da oh de segunda-feira (15).

A bandeira sinalizadora da situação da capital passou de amarelo, que é o nível 1, para laranja, nível 2, de alerta médio, conforme estabelecido no Protocolo de Responsabilidade Social e Sanitária.

A capital tem 1.579 casos confirmados do coronavírus, segundo o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), neste sábado (13). Setenta e cinco pessoas morreram pela doença na capital, segundo o boletim. Veja todas as medidas.

Devem fechar por tempo indeterminado

– Academias e todas as práticas esportivas ao ar livre;

– Igrejas e templos religiosos;

– Praças e parques;

– Todas as atividades de entretenimento como teatros, festas em geral e atividades semelhantes;

– Bares e atividades semelhantes;

– Clubes sociais esportivos.

Restrições de horário

– Comércio de rua: atendimento ao público tem de ocorrer entre 10h e 16;

– Shopping center: devem funcionar apenas de segunda a sexta-feira, entre 12h e 20h, devendo permanecer fechados nos fins de semana. Os serviços de alimentação que funcionem nos shoppings poderão operar entre 12h e 15h. Fora desses horários, podem funcionar apenas com entrega (delivery);

– Galerias e centros comerciais: devem funcionar das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira. Os serviços de alimentação que funcionem nos shoppings poderão operar entre 12h e 15h. Fora desses horários, podem funcionar apenas com entrega (delivery);

– Restaurantes e lanchonetes: devem funcionar das 11h às 15h, todos os dias da semana. Fora desse horário, podem funcionar apenas para entregas (delivery);

– Escritórios em geral: devem funcionar seis horas por dia, exceto para atividades de home office (com horário definido pela própria empresa);

– Lojas de material de construção: devem funcionar das 10h às 16h, de segunda a sexta, e das 9h às 13h aos fins de semana;

Serviços que devem funcionar com no máximo de 50% de sua capacidade

– Hotéis e pousadas;

– Callcenter e telemarketing (exceto os vinculados a serviços de saúde);

– Drive-in (com uma sessão de exibição por dia ou 3 horas de operação);

G1-PR

O gerente da Caixa Econômica Federal em Assú, Julierme Torres, foi diagnosticado com Covid-19.
Ele está internado no hospital Wilson Rosado, em Mossoró, em observação e medicado, sem a necessidade de ser entubado.
Fonte. Samuel

Foto: Sérgio Lima/Poder360

Agentes de fiscalização do governo do Distrito Federal desmontaram acampamentos de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios, na manhã deste sábado (13).

Foto: reprodução

Policiais militares, bombeiros a profissionais da Agência de Fiscalização chegaram aos pontos de encontro de bolsonaristas às 6h da manhã. Muitos criticaram a operação. Xingaram o governador do local, Ibaneis Rocha (MDB), o Supremo Tribunal Federal e o Congresso.

Foto: Sérgio Lima/Poder360

Para eles, a ação é ditatorial. A ativista Sara Winter usou as redes sociais para se manifestar. Ela é coordenadora do movimento “300 do Brasil”, que apoia o presidente e tinha integrantes acampados na Esplanada. Há semanas, membros do grupo participavam das manifestações em apoio ao governo. (mais…)


Foto: Silvio Avila/AFP

Na linha de frente do combate ao novo coronavírus, os profissionais da saúde também estão entre os afetados pela pandemia. Segundo o Ministério da Saúde, já foram coletados e analisados 432.668 testes desses agentes em todo o Brasil, entre 1º de março e 1º de junho, dos quais 83.118 deram positivo. Destes, 169 (19,21%) morreram por causa da covid-19, informou a pasta.

A maioria dos óbitos (42) é de profissionais da enfermagem, seguidos pelos médicos (18). A doença também levou à morte farmacêuticos e bioquímicos (6 no total), nutricionistas (6), cirurgiões dentistas (5), fisioterapeutas (2) e psicólogos ou psicanalistas (2 no total). Há outros 88 profissionais da saúde cuja categoria não foi informada.

Mayra Pinheiro, secretária do Trabalho e da Educação na Saúde, destacou, porém, que esse número de mortos “não pode ser encarado como um dado fidedigno” do contingente de profissionais da saúde no País, que, segundo ela, são 6 milhões entre 14 categorias – só de médicos são mais 400 mil e 1,2 milhão de enfermeiros. Ela ressaltou também que pode ter profissionais testados que não informaram sobre os testes.

Há pouco mais de um mês, em 14 de maio, o ministério havia informado que quase 200 mil agentes de saúde já apresentavam sintomas da doença desde o início da pandemia. Questionada sobre o aumento do número de profissionais infectados (mais do que o dobro), Mayra disse que, na realidade, o que houve foi aumento de notificação.

“Na verdade, a gente está tendo mais notificação. Necessariamente, eu não posso afirmar que o número dobrou. Nós começamos a fazer o acompanhamento e aí passamos a receber mais notificações”, justificou ela. Para tentar minimizar esse impacto, a secretária disse que o ministério tem tido o cuidado de intensificar a oferta de equipamentos de proteção individual, bem como a realização de cursos para que os agentes de saúde sejam bem instruídos para o uso dos aparelhos.

Mayra afirmou que boa parte dos testes rápidos que foram doados ao ministério é destinada ao acompanhamento dos profissionais da saúde. “Quando testa, tem a possibilidade de afastar esses profissionais e, na testagem, saber se ele tem anticorpos e se pode voltar às atividades”, afirmou. Segundo ela, já esperando que essa categoria fosse afetada pela alta exposição ao novo coronavírus, a pasta se antecipou em criar um banco de dados com agentes de saúde que estariam dispostos a atuar na pandemia.

Ela disse, ainda, que as secretarias do ministério vêm insistindo, junto às secretarias estaduais e municipais, para que haja o maior número de testagens entre os profissionais da saúde.

UOL

lula

O Brasil registrou 909 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas e chegou ao total de 41.828 vítimas da doença causada pelo novo coronavírus. O número torna o Brasil o 2º país com mais óbitos pela doença, superando o Reino Unido, que soma 41.481 mortes, de acordo com o monitor Worldometers.

Somente os Estados Unidos têm mais vítimas da Covid-19 (116.792).

De acordo com o boletim divulgado no início da noite desta 6ª feira (12.jun.2020) pelo Ministério da Saúde, o Brasil tinha até o momento de consolidação dos dados 828.810 infectados pelo coronavírus. Houve aumento de 25.982 casos em 24 horas.

O número total de recuperados da doença no Brasil foi a 365.063.

O 1º caso de covid-19 no país foi registrado em 26 de fevereiro de 2020. A 1ª morte, em 17 de março de 2020.

Percebam no gráfico que o RN é o 12º no Brasil em óbitos:

Emporio

governo russo anunciou neste sábado (13) que, em setembro, começará a produzir, em grandes quantidades, uma vacina contra o novo Coronavírus, que já infectou mais de meio milhão de pessoas no país.

Os testes clínicos serão realizados em julho, o registro nas agências federais será feito em agosto e a produção começará em setembro, disse Tatiana Gólikova, vice-primeira-ministra russa, em entrevista coletiva.

O Centro Nacional de Pesquisa em Epidemiologia e Microbiologia Gamalei, que recebeu o nome de um famoso virologista russo soviético e trabalha em cooperação com o Ministério da Defesa, será o responsável pela fabricação.

Até agora, o Ministério da Defesa do país informou que 50 soldados – 45 homens e 5 mulheres – se ofereceram para participar dos ensaios clínicos do Centro de Pesquisa Científica.

O governo russo informou que dez centros científicos no país estão atualmente trabalhando no desenvolvimento de vacinas e medicamentos para combater a doença infecciosa, incluindo a Universidade Estatal de Moscou.

 

Hospital Regional de Açu recebeu hoje da SESAP/Programa Governo Cidadão uma moderna mesa cirúrgica, motorizada BF683TD, e que vai ajudar na implantação da terceira sala cirúrgica. Até o final do ano, a direção planeja que o hospital possa realizar CIRURGIAS ORTOPÉDICAS de segundo tempo. Pra isso contará também com a aquisição de um moderno arco cirúrgico, equipamento necessário para cirurgias ortopédicas, fruto de emenda no valor de 400 mil reais do Deputado George Soares. “Teremos assim um avanço para o Hospital Regional e uma grande conquista para a população de 180 mil habitantes dos 12 municípios de nossa área de atuação” disse o Diretor Geral, Dr Alberto Luís de Lima Trigueiro.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco acatou um pedido do Ministério Público e proibiu que a Celpe faça cortes de energia em Fernando de Noronha. O MP entrou com a ação após denúncia do deputado federal Eduardo da Fonte (PP), que levou ao conhecimento da promotoria que proprietários de pousadas residenciais receberam da companhia notificações informando que o fornecimento de energia seria suspenso.

Como as pousadas não estão recebendo turistas, o juiz José Raimundo dos Santos Costa considerou que os imóveis estão funcionando apenas como residência e que o corte da energia fere o “fundamento constitucional da dignidade da pessoa humana” e os “direitos fundamentais sociais previstos na Constituição Federal”. O magistrado ainda determinou que a companhia faça o religamento das unidades que tiveram o fornecimento de luz interrompido. Também ficou estipulada uma multa de R$ 10 mil para cada eventual descumprimento da decisão.

“Esta é mais uma vitória do povo pernambucano contra os abusos da Celpe, que frequentemente é alvo de queixas por cobranças indevidas e cortes irregulares. Temos que celebrar o direito reconhecido pela Justiça dos pequenos empreendedores, donos de pousadas em Fernando de Noronha, de ter um mínimo de dignidade para enfrentar essa pandemia. Essa comunidade se mobilizou, nos procurou e nós levamos a situação ao Ministério Público. Hoje, tomamos ciência que essas famílias estão com esse serviço essencial garantido”, afirmou Eduardo da Fonte

Facebook