A apresentadora Angélica, 47, está sem contrato fixo na Globo desde março de 2020 e aguarda uma posição da diretoria artística do canal para gravar a segunda temporada do Simples Assim e poder assinar um novo compromisso, porém, seguindo o formato por obra. Enquanto não acerta seu destino na emissora, no próximo domingo (07), ela irá aparecer no SBT pela primeira vez desde que deixou o canal, em 1996. Angélica gravou no último sábado (28) uma participação virtual no programa da Eliana durante uma entrevista com Xuxa Meneghel no Rio de Janeiro.

Conforme apurou o NaTelinha, o SBT não procurou a Globo para solicitar a autorização de participação da artista. A equipe de Angélica negociou diretamente com os representantes do canal da Anhanguera. A gravação ocorreu na mansão de Xuxa, localizada na Zona Oeste carioca. Essa será a primeira vez que a comunicadora estará em uma produção do SBT desde 1996. Ela chegou a emissora em 1993 e comandou a Casa da Angélica, Passa ou Repassa e TV Animal. Assinou contrato com a Globo três anos depois e nunca mais esteve na antiga empresa que trabalhava.

“Olha o que o tempo pode fazer com três amigas de trabalho: unir em um grupo que se fortalece no respeito, amor e carinho a cada dia. Suas lindas! Obrigada pela oportunidade deste encontro. Nos unimos em frente ás câmeras para vocês matarem a curiosidade do que acontece em nosso grupo de WhatsApp. Ficou curiosa (o)? Aguardem as pérolas e muitas risadas”, escreveu Eliana no seu perfil do Instagram.

GRANDE PONTO

O senador Styvenson Valentim (Podemos) diz que não tem o objetivo de ser candidato a governador do Rio Grande do Norte em 2022, mas admite que poderá participar da eleição caso seja “convocado” pela população. Mas, se estiver nas urnas no próximo ano, o parlamentar garante que será sem apoios: “Sozinho no palanque”.

Ele realizou a afirmação durante entrevista concedida nesta quinta-feira (05) ao programa Repórter 98, da 98 FM.

GRANDE PONTO

As eleições legislativas de Hong Kong devem ser adiadas por mais um ano, até setembro de 2022, já que Pequim planeja uma grande reforma do sistema eleitoral da cidade. A informação foi publicada pelo South China Morning Post nesta sexta-feira (4), que ouviu pessoas familiarizadas com o assunto que não quiseram se identificar.

O atraso, se confirmado, estaria alinhado com um novo esforço de reescrever as regras eleitorais em Hong Kong para garantir que o território fosse governado por patriotas, que Pequim define como pessoas leais ao governo nacional e ao Partido Comunista. A mudança pode vir a ser o maior golpe para as esperanças democráticas da ex-colônia britânica. O direito a eleições diretas foi uma das principais demandas dos manifestantes durante as manifestações de 2019 que envolveram a cidade de mais de 7 milhões de pessoas por meses.

Zhang Yesui, porta-voz do Congresso Nacional do Povo, disse nesta quinta que tem o poder constitucional de “melhorar” o sistema de Hong Kong e que um projeto será discutido durante a sessão parlamentar anual, cuja abertura está marcada para sexta-feira (5).

Segundo duas emissoras de Hong Kong, que também falaram com pessoas familiarizadas com o assunto, as mudanças incluiriam o aumento do tamanho do comitê eleitoral —que seleciona o líder de Hong Kong— de 1.200 para 1.500, assim como os assuntos do legislativo, que passaria de 70 para 90.

Atualmente, a Assembleia Legislativa tem 70 membros, nomeados com base em um sistema complexo que garante quase automaticamente a maioria ao bloco favorável a Pequim. Apenas 35 deputados são eleitos por votação direta, e os demais, indicados por grupos alinhados à China. As medidas reduzirão a representação democrática tanto no Conselho Legislativo quanto no comitê eleitoral, que deve se reunir antes do término do mandato de cinco anos da presidente-executiva, Carrie Lam, em julho do próximo ano.

Também se espera um uso mais amplo de juramentos patrióticos para reforçar a lealdade —ação que já foi usada para desqualificar alguns membros do Legislativo. Um porta-voz do governo de Hong Kong apoiou a perspectiva de mudanças eleitorais, dizendo que apenas com “patriotas governando Hong Kong” a jurisdição geral do Governo Central poderia ser implementada, garantindo a estabilidade da cidade.

Em 23 de fevereiro, Pequim anunciou que pretende publicar uma lei para exigir que parlamentares locais façam um juramento de lealdade ao governo chinês. Com isso, políticos cujo juramento for avaliado como falso ou não convincente serão impedidos de assumir cargos no Conselho Distrital, considerado a única instituição plenamente democrática de Hong Kong, pois seus membros são eleitos por voto direto.

A nova regra será debatida em 17 de março, pelo Conselho Legislativo de Hong Kong, dominado por políticos alinhados a Pequim. Se aprovada, ela abre caminho para punir em massa os políticos de Hong Kong considerados pró-democracia, que somam quase 90% dos 452 assentos no Conselho Distrital de Hong Kong. A mudança poderia impedir uma derrota em massa nas urnas de políticos alinhados a Pequim, como ocorreu em 2019.

A maior parte dos políticos pró-democracia e ativistas está ou na cadeia ou em exílio depois que as autoridades desmantelaram os protestos anti-governo em 2019, culminando na imposição da lei de segurança nacional promulgada por Pequim no ano passado.

A legislação permite a repressão de quatro tipos de crime contra a segurança do Estado: atividades subversivas, secessão, terrorismo e conluio com forças estrangeiras, com sentenças que podem chegar a prisão perpétua.

A Justiça de Hong Kong decidiu nesta quinta manter 47 ativistas pró-democracia sob custódia, após quatro dias de audiências em um caso que aumentou a preocupação com a repressão de Pequim contra dissidentes e acumulou denúncias de violações de direitos.

Devolvida pelo Reino Unido ao controle da China em 1997, Hong Kong é uma ilha de capitalismo desregulado, com multipartidarismo, liberdade de expressão e Judiciário autônomo —o que deveria ser válido até pelo menos 2047.

FOLHAPRESS

lula

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 4, que deve viajar para Buenos Aires, capital da Argentina, no próximo dia 26. O compromisso no país vizinho ocorrerá em celebração aos 30 anos do Mercosul, bloco formado por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. Bolsonaro disse que, na viagem, deve ter a primeira conversa com o presidente argentino, Alberto Fernández. O encontro deve ocorrer de forma “reservada” para tratar de interesses dos dois países.

“Vou estar agora, está previsto, dia 26 de março estar em Buenos Aires, nossa querida Argentina, estaremos lá celebrando 30 anos da criação do Mercosul”, informou em transmissão ao vivo nas redes sociais nesta noite. No início de fevereiro, após receber o presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, Bolsonaro já havia antecipado que em março os presidentes dos países membros do bloco iriam se encontrar.

“Será a primeira vez que iremos conversar com o presidente da Argentina, logicamente (caso) ele queira, eu quero. Uma conversa reservada, nós dois num canto e publicamente vamos tratar das questões econômicas dos nossos países”, disse.

Fernández tomou posse em 10 de dezembro de 2019. Bolsonaro não foi à cerimônia, em seu lugar, compareceu o vice-presidente Hamilton Mourão. Na última disputa eleitoral argentina, Bolsonaro apoiou a reeleição do então presidente Mauricio Macri, derrotado no primeiro turno por Fernandéz.

Na live desta quinta-feira, 4, Bolsonaro destacou que a covid-19 “causou dificuldades econômicas em todo o mundo”, o que afetou a situação financeira da Argentina. “Nós torcemos para que a Argentina tenha sucesso nas suas negociações com o FMI (Fundo Monetário Internacional), porque a situação financeira da Argentina está bastante complicada”, argumentou. “O êxito econômico de países aqui na América do Sul, entre eles a Argentina, é interessante para todos nós da América do Sul, o Brasil obviamente é um dos grandes interessados”.

Israel

Bolsonaro também afirmou que deve acompanhar a partida da comitiva brasileiro para Israel no próximo sábado, 6. O grupo será liderado pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e tem como missão negociar a adesão do Brasil à terceira fase de estudos de um medicamento contra a covid-19. A ideia é assinar um acordo para que o Brasil participe dos testes do spray nasal EXO-CD24.

ESTADÃO

Um trágico acidente aconteceu na noite desta quinta-feira (4/3) na fazenda do cantor Leonardo, em Jussara, Goiás. Passim, amigo e assessor do sertanejo, morreu após um disparo acidental de arma de fogo. A assessoria de imprensa do artista confirmou a morte, mas ainda não há detalhes.

Segundo informações repassadas à coluna Leo Dias, Passim estava em um quarto da propriedade manuseando o armamento, quando ele caiu.

Ainda de acordo com fontes, ao tocar o chão, houve o disparo, que o atingiu na virilha. Leonardo, ao ouvido o tiro, arrombou a porta e encontrou o amigo no chão.

METRÓPOLES

Emporio

Os atendimentos presenciais ao público externo nas secretarias e órgãos da prefeitura de Assú estão suspensos por 30 dias.
No decreto fica determinado que a secretaria de Saúde e o setor de licitações desenvolverão suas atividades em horário normal de expediente, com atendimento presencial ao público nas situações de urgência e emergência.
Durante os trinta dias as demais repartições funcionarão somente em expediente interno, sendo autorizada tão somente a entrada dos servidores públicos.
O atendimento ao público deverá ocorrer, durante o período de suspensão, por canais alternativos que possibilitem a resolução de problemas, sem a necessidade de exposição aos riscos de contaminação, devendo ser priorizado o atendimento de urgência e de emergência.
Os canais de atendimento deverão ser amplamente divulgados e de fácil manuseio, de modo a garantir o acesso de todos os cidadãos.

Nesta quinta-feira (04), o prefeito Gustavo Montenegro Soares e a vice-prefeita Fabielle Bezerra dialogaram com o Secretário Municipal de Serviços Públicos Manoel Plácido e a engenheira Fabiana Regalado, sobre o andamento dos serviços de limpeza e iluminação pública.

Na oportunidade, os gestores solicitaram rapidez e resolutividade no atendimento às demandas, para o beneficiamento de toda a comunidade.

Os participantes destacaram que, além dos serviços realizados, é essencial que a população assuense colabore com a manutenção de uma cidade limpa, evitando o descarte de lixo nas vias públicas que, neste tempo em que as chuvas começam a acontecer com mais frequência, exigem cuidado redobrado. Uma cidade limpa é dever de todos nós!

Foto: Kike Calvo/AP

Uma das principais referências globais em estudos de imunologia, a pesquisadora Akiko Iwasaki, da Universidade Yale (EUA), se debruça há um ano em pesquisas que possam ajudar a combater a covid-19, mas teme que a pandemia ainda esteja bem longe do fim. Suas maiores preocupações agora são com as variantes que já demonstraram a capacidade de reinfectar quem foi contaminado anteriormente e com a desigual distribuição de vacinas pelo mundo.

 

(mais…)

Emporio

O BlogdoBG apurou com duas fontes que as 18h30 de hoje vai acontecer a última reunião entre a governadora Fátima bezerra, representantes das entidades do comércio, do comitê científico, com a presença do ministérios públicos.

Nessa reunião serão definidos os últimos detalhes para o decreto que será publicado no Diário Oficial desta sexta com as novas medidas de restrição.

Entre outros as novas medidas, serão discutidos nesta reunião o funcionamento de bares, restaurantes e shoppings.

MAS LOCKDOWN, POR ENQUANTO, ESTÁ DESCARTADO.

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (4):

– O país registrou 1.699 óbitos nas últimas 24h, totalizando 260.970 mortes;

– Foram 75.102 novos casos de coronavírus registrados, no total 10.793.732 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 9.637.020, com o registro de mais 45.430 pacientes curados. Outros 895.742 pacientes estão em acompanhamento.

Algumas empresas e Instituições financeiras da cidade de Assú estiveram reunidas na tarde de hoje (03), com representantes da saúde pública assuense, entre eles, o secretário de Saúde, Carlos Júnior; a secretária adjunta Débora Katielly; a diretora Executiva do setor de Vigilância, Nataly Albano  de Farias;  o diretor de Vigilância em Saúde, Luiz de França Fonseca de Santos; e a fiscal Sanitária

Maria da Conceição Arruda.

Em pauta, gerentes de bancos, representantes da Fecomércio, do mercado local e das lotéricas discutiram sobre o cumprimento das medidas estabelecidas no decreto 012 da Prefeitura de Assú, que reforça as medidas de segurança em saúde para combate e prevenção à Covid-19.

O encontro aconteceu no auditório da Secretaria de Assistência, onde foi destacada a importância das instituições cumprirem as determinações publicadas pela gestão nos quesitos de evitar aglomerações de pessoas, respeito ao distanciamento entre clientes, entre outros.

Do Branco do Brasil, esteve presente o representante Weiber Bazilio Medeiros; do Sindivarejo, Francisco de Assis Barbosa; da Casa Lotérica do Vale, Francisco Jaime de Souza Júnior; da Caixa Econômica, Pedro Carlos Lopes Pinheiro; da Casa Lotérica Zebrão, Kaionara Kalline R. Moreira; da loja O Circo, Cristiano Nogueira da Costa; e da Princes Noivas, Izac Magno Martorano da Costa.

#assulivredocoronavirus

lula

Nesta quarta-feira (04), o prefeito Gustavo Montenegro Soares, a vice-prefeita Fabielle Bezerra e o Secretário Municipal de Saúde Carlos Júnior dialogaram com representantes das igrejas evangélicas de nossa cidade, sobre as ações de combate à COVID-19.

Os gestores indicaram a necessidade de um trabalho de conscientização com a população assuense, destacando o papel institucional e cidadão das igrejas em aderirem às medidas sanitárias  impostas pelos decretos municipais e estaduais, neste tempo de emergência da saúde pública.

Participaram do debate, representando as igrejas, os líderes religiosos Ari Lima, Flávio Teixeira, Jailson Marques e Clediano Venâncio.

lula

O município de Assú ultrapassou 3,1 mil casos confirmados de Covid-19. Dados da prefeitura revelam que Assú já tem registrado oficialmente, até 3 de março, a ocorrência de 3.144 casos confirmados de Covid-19.
No dia 1º de janeiro eram 2.329. Foram mais 815 casos somente neste ano.
No período de 1º de janeiro a 3 de março foram registradas mais dez mortes ocasionadas pela doença. Passou de 80 para 90 óbitos.

Foto: Divulgação

A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) publicou edital com o resultado do Processo Seletivo de Vagas Ociosas (PSVO) referente ao semestre letivo 2020.2. Os convocados devem realizar o Cadastro Institucional e a Matrícula Curricular entre os dias 4 e 5 de março.

Para efetivação dos dois procedimentos, o candidato deve digitalizar os documentos exigidos e enviá-los por email informando o nome completo e o respectivo curso e campus.

Confira o Edital Nº 009/2021 – PROEG/UERN, publicado no Jornal Oficial da Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (JOUERN) desta quarta-feira, 3, com a lista de convocados e as instruções para a realização das próximas etapas.

Com UERN

Foto: Alan Santos/Presidência

o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar as medidas preventivas contra o avanço do novo coronavírus, como o isolamento social. Ele esteve na manhã desta quinta-feira (04/03) em São Simão, no Sudoeste de Goiás, para participar da inauguração de uma ferrovia.

A declaração ocorreu durante inauguração de um trecho da ferrovia Norte-Sul, em São Simão (GO). O presidente elogiou produtores rurais por terem continuado trabalhando durante a pandemia e questionou em seguida “onde vai parar o Brasil se nós pararmos”, em referência a medidas que estão sendo tomadas por governadores e prefeitos em todo o país para diminuir a circulação de pessoas, em uma tentativa de frear o avanço da Covid-19.

— Vocês (produtores rurais) não ficaram em casa, não se acovardaram. Nós temos que enfrentar nossos problemas. Chega de frescura, de mimimi. Vão ficar chorando até quando? Temos que enfrentar os problemas. Respeitar, obviamente, os mais idosos, aqueles que têm doenças, comorbidades. Mas onde vai parar o Brasil se só pararmos? — disse Bolsonaro.

Na quarta-feira, o Brasil bateu, pelo segundo dia consecutivo, o recorde de registros de mortes em 24h. Foram 1.840 óbitos contabilizados pelas secretarias estaduais de saúde. A média móvel dos últimos sete dias também bateu um novo recorde: 1.332. É o quinto dia consecutivo em que isto ocorre.

Nesta quinta, Bolsonaro disse lamentar as mortes, mas afirmou que “tem que ter uma solução”.

— Até quando vão ficar dentro de casa, até quando vai se fechar tudo? Ninguém aguenta mais isso. Lamentamos as mortes, repito, mas tem que ter uma solução. Tudo tem que ter um responsável.

Depois, negou que privilegie a economia em detrimento da saúde e afirmou que a economia é importante inclusive para compras vacinas:

— Lamento as mortes, repito. Antes que comecem a falar por aí, essa imprensa, que eu estou ignorando mortes e pensando em economia. Por que vocês não ouvem falar de vacina em países da África? Ou em alguns países aqui da América do Sul? Porque não tem dinheiro. Não tem economia, então não tem vacina. Se nós destruirmos nossa economia, podem esquecer um monte de coisa.

‘Apelo’ a governadores e prefeitos

Bolsonaro fez um “apelo” a governadores e prefeitos contra o fechamento de comércio e disse que “o povo quer trabalhar”:

— Eu apelo aqui, já que me foi castrada a autoridade, para (que) governadores e prefeitos repensem a política do fechar tudo. O povo quer trabalhar! Venham para o meio do povo, conversem com o povo! Não fiquem me acusando de fazer aglomeração, aqui tem aglomeração, em todo lugar tem.

Para o presidente, toda atividade que ajuda no sustento das pessoas é essencial:

— A grande maioria tem que trabalhar. Quando se fala essa em “essa atividade é essencial, aquela não”. Atividade essencial é toda aquela necessária para o chefe de família levar o pão para dentro de casa, porra.

Com O Globo e Estado de Minas

Emporio

MINISTÉRIO PÚBLICO PEDE CASSAÇÃO DO MANDATO DA VEREADORA DYANA LIRA

 

O Ministério Público Eleitoral, representado pelo promotor Mac Lennon Lira dos Santos Leite, pediu à Justiça, a cassação do diploma da vereadora e ex-presidente da Câmara de Macau, Dyana Lira. O MP amparou seu pedido em irregularidades praticadas pela parlamentar na prestação de contas da última campanha eleitoral, especialmente no fato de ter usado recursos do Fundo Eleitoral para pagar ao advogado Einstein Albert Barbosa de Siqueira, ex-procurador da Câmara, na época em que Dyana era presidente

O processo que pede a cassação de Dyana Lira tem quase 400 páginas. Nele, o promotor cita a aplicação irregular dos recursos e pede a devolução do dinheiro: “que não se destinaram a gastos eleitorais, resta configurada inconsistência grave que compromete a regularidade das contas. Por oportuno, recomenda-se a devolução do valor correspondente a R$ 3.500,00 ao Tesouro Nacional

 

(mais…)

Emporio
04 - mar/2021

Nota de Esclarecimento

A Prefeitura Municipal de Assú, em nome de toda sua equipe de técnicos e profissionais de esporte e finanças, vem a público lamentar notícias tendenciosas e má colocadas ao povo de Assú, em especial à comunidade esportista.

É de claro e total conhecimento de todos a situação causada pelo novo CORONAVÍRUS em todo o mundo, não apenas na nossa cidade. Estamos vivendo em meio uma pandemia. E, devido a essa situação, as Secretarias de Esportes e de Finanças, que, em todos os momentos, estiveram do lado do esporte assuense, por motivos da pandemia do Covid-19, precisaram reduzir o repasse realizado à Associação Sportiva Sociedade Unida (Camaleão do Vale) e à Liga Açuense de Deportos (LAD).

Os recursos, todavia, estão sendo direcionadas ao povo de Assú, para as ações voltadas ao combate à propagação do novo Coronavírus, sendo destinados à Saúde Pública Municipal.

A gestão municipal lamenta que, em um momento tão delicado, tenha acontecido uma má interpretação da ação do Executivo. Mas garante que, em um futuro próximo, quando juntos teremos vencido essa pandemia, todos os recursos que outrora sempre estiveram presentes voltarão aos seus destinos, e o esporte de Assú continuará a brilhar no cenário norte-rio-grandense.

Todos precisam se adaptar a esta nova realidade, precisamos unir forças e entender que salvar vidas, neste momento, é uma questão que não remete a escolhas.

lula

O prefeito de Angicos, Miguel Pinheiro Neto, recebeu na manhã desta quinta-feira, 04, em seu gabinete no palácio municipal, o novo comandante de polícia da 2ª Companhia de Polícia Militar de Angicos, que se apresentou oficialmente ao chefe do poder municipal.

O presidente do legislativo municipal foi convidado pelo prefeito a participar do encontro oficial, que também contou com a presença dos vereadores Tiago Braga, Cloves Tibúrcio, Jalmir Filho e jailma Araújo. (mais…)

Emporio

Foto: Nelson Almeida / AFP

O mercado financeiro reage positivamente à aprovação em primeiro turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, que retoma o auxílio emergencial, no Senado.

O dólar comercial opera em queda desde a abertura e está sendo negociado a R$ 5,57, um recuo de 1,59% frente ao real.

 

(mais…)

Emporio

A Associação de Desenvolvimento Comunitário Raimunda Dadá de Oliveira, da comunidade de Pedrês, no município de Caraúbas, recebeu do Governo do RN a implementação de uma usina fotovoltaica. Inicialmente, a associação havia sido beneficiada com um projeto socioambiental que contemplou a perfuração de um poço artesiano, a ampliação da rede de abastecimento com adutora de 6 quilômetros de extensão, a construção de uma caixa d’água elevada e aquisição de bomba submersa reserva.

“A usina foi a saída que encontramos para combater os altos gastos com energia para colocar o sistema de acesso, abastecimento e distribuição de água para funcionar. Com a energia solar a expectativa é de organizar a utilização de energia para sair de um gasto de R$800 para pagar apenas a taxa da companhia prestadora”, explicou a presidente da associação, Rita do Vale.

Por meio do Projeto de Desenvolvimento Sustentável – Governo Cidadão, da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas) e Banco Mundial, o Governo investiu R$ 220,9 mil no sistema de acesso à água que contempla 85 famílias de beneficiários, e outros R$ 12,9 mil, oriundos de restos e rendimentos do primeiro recurso, na usina de energia solar. Dessa maneira será possível dar sustentabilidade de forma inovadora à iniciativa, diminuindo as dificuldades na convivência com o semiárido e atendendo as metas e objetivos do projeto.

“Nosso empenho é de mudar – de fato – a realidade de quem amarga a seca, que vive a aridez de nosso sertão. Para diminuir o desequilíbrio regional, não basta construir um sistema adutor de qualidade. Para que o benefício chegue, é preciso que tenha sustentabilidade, por isso lutamos por soluções como a de Pedrês, em que foram adquiridos equipamentos para a implementação de usina fotovoltaica”, finalizou o secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão, Fernando Mineiro.

Nas duas ações, o projeto está sendo administrado coletivamente pelos beneficiários, com gestão estabelecida pelo grupo, distribuindo as tarefas entre os membros da mesma. Recentemente a usina passou por inspeção por equipe de engenharia do projeto e está funcionando a contento.

Facebook