Imagem: VAN CAMPOS/WPP/ESTADÃO CONTEÚDO

Com a vitória para cima do Grêmio por 2 a 0, neste domingo (7), no Allianz Parque, o Alviverde conquistou o título da Copa do Brasil e chegou ao seu terceiro título na temporada.

Além da Copa do Brasil, a quarta do Palmeiras na história do clube (1998, 2012, 2015 e 2020), a equipe venceu também o Campeonato Paulista e a Copa Libertadores.

Os gols que confirmaram o título foram marcados por Wesley e Gabriel Menino. No jogo de ida, o Alviverde já tinha vencido, também por 1 a 0, gol de Gustavo Gómez.

Fotos: reprodução/Blog Nossa Pau dos Ferros

Um grave acidente de trânsito matou um jovem casal e uma criança na noite deste domingo (7), na BR-405, em Pau dos Ferros, próximo ao campus do IFRN da cidade.

Segundo informações, a família se deslocava até o município de Rafael Fernandes.

Imagens mostram a presença do Corpo de Bombeiros no local.

Com informações do Blog Nossa Pau dos Ferros

Em visita oficial a Israel para conhecer testes preliminares de uma droga contra a Covid-19, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, foi repreendido por não usar máscara durante uma cerimônia oficial com o chanceler israelense Gabi Ashkenaz.

Ao fim da entrevista, o mestre de cerimônias chama as duas autoridades para bater a foto oficial. Ernesto vai ao encontro do ministro israelense, este já de máscara, momento em que é repreendido pelo apresentador: “Nós precisamos que coloque a máscara”.

As imagens já divulgadas da missão oficial a Israel também mostram posturas diferentes do restante da delegação brasileira quanto ao uso de máscaras.

Na manhã de sábado, Ernesto Araújo compartilhou uma foto do embarque do grupo na Base Aérea de Brasília. Nenhum dos representantes usava máscara, embora o item de segurança seja obrigatório em áreas públicas e de aglomeração no Distrito Federal.

O presidente Jair Bolsonaro não viajou para Israel, mas também esteve – sem máscara – no local do embarque.

Foto: Twitter/Reprodução

Horas depois, o perfil oficial do Ministério das Relações Exteriores publicou foto do desembarque da delegação em solo israelense, onde o uso de máscaras também é obrigatório.

No exterior, o grupo optou por respeitar a regra. Todos os integrantes que aparecem na foto usam máscaras de proteção.

Foto: Ministério das Relações Exteriores/Reprodução

G1

lula

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (7):

– O país registrou 1.086 óbitos nas últimas 24h, totalizando 265.411 mortes;

– Foram 80.508 novos casos de coronavírus registrados, no total 11.019.344 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 9.757.178, com o registro de mais 52.827 pacientes curados. Outros 996.755 pacientes estão em acompanhamento.


Foto: Lucas Silva/Secom-AM

O Brasil registrou neste domingo (7) mais 52.827 pacientes recuperados do coronavírus, totalizando 9.704.351 pessoas curadas da doença.

O número de pessoas curadas já representa 88,5% do total de casos acumulados.

A quantidade de pessoas curadas no Brasil é mais quase dez vezes superior ao número de casos ativos (996.755), que são os pacientes em acompanhamento médico.

No mundo, estima-se que pelo menos 92,8 milhões de pessoas diagnosticadas com Covid-19 já se recuperaram, de acordo com o site Wolrdometers.

Emporio

As polícias militar e civil fecharam dois bares quem funcionavam na tarde desde domingo (7) no bairro de Candelária.

O gerente do ‘Meu Buteco’ foi comunicado pelos agentes sobre a necessidade de fechar o estabelecimento.

Pouco mais de 30 minutos depois, a TV já estava desligada e as mesas praticamente vazias.

Uma funcionária do Meu Buteco gravou um vídeo durante a ação policial questionando qual a forma que as autoridades e governantes apresentariam para que eles pudessem trabalhar e se sustentar.

A imagens circulam nas redes sociais e em grupos de WhatsApp acompanhadas de comentários em torno da polêmica do conflito entre os decretos do Governo do Estado e da Prefeitura de Natal.

Lembrando que o decreto da prefeitura definiu o horário de funcionamento dos bares das 11h às 21h, todos os dias da semana.

A ministra Rosa Weber negou seguimento a uma reclamação de Sergio Moro que questionava a distribuição do processo que trata das mensagens roubadas da Lava Jato.

Moro pedia a suspensão e a revogação da decisão do ministro Ricardo Lewandowski que autorizou aos advogados de Lula o acesso ao material hackeado obtido na Operação Spoofing.

O argumento da defesa de Moro é que Lewandowski não poderia decidir sobre o caso porque o relator natural de processos da Lava Jato no STF é o ministro Edson Fachin.

O Antagonista

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-RN) emitiu nota em apoio às entidades do Turismo reiterando que é contra medidas de combate à pandemia que exijam a suspensão das atividades de bares e restaurantes, assim como reitera que estes estabelecimentos não são responsáveis pelo agravamento do quadro da pandemia no Estado.

Veja a íntegra da nota abaixo:

Informamos que a nota divulgada pelas entidades de Turismo na manhã de hoje (abaixo) não contou com nossa assinatura e apoio, como já o tem agora, por um único e simples motivo:

Nossa governança funciona no modelo de Conselho e assim, toda e qualquer decisão é decidida pelo grupo que o compõe, sempre buscando o consenso, o que em alguns momentos pode resultar em prazo não tão imediato para ser anunciada.

Estamos, assim, unidos e coesos, tanto internamente, quanto o estamos com as demais entidades que atuam no Turismo no Rio Grande do Norte. Por isso, a Abrasel reitera que bares e restaurantes que respeitam os protocolos de combate à Covid não são responsáveis pela intensificação da pandemia em Natal e nos demais municípios do Rio Grande do Norte.

Daí, discordarmos de toda e qualquer medida que venha ser adotada para o combate à pandemia que exija a suspensão de nossas atividades.

Natal, 7 de março 2021
ABRASEL
Paolo Passariello

 

Hospital Regional de Assu continua avançando na missão de salvar vidas. Dessa vez, o casal venceu o covid e teve alta da unidade hospitalar. A família agradeceu a todos, equipe UPA e do Hospital, pela atenção e atendimento humanizado (fotos autorizadas pela família).

Blog de olho no Assu


Imagem: Ilustrativa

O prefeito de Guarani d’Oeste, Nilson Timporin Caffer (PTB), determinou o desligamento de postes de iluminação pública para evitar aglomerações nas ruas neste fim de semana e combater o avanço da pandemia do novo coronavírus. O município fica a 523 km de São Paulo e tem cerca de 2 mil habitantes, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A medida, que entrou em vigor às 20h30 deste sábado (6), foi anunciada em um vídeo de 14 segundos publicado na página do prefeito nas redes sociais. “Olá, população de Guarani d’Oeste. A nossa energia da rua será desligada hoje às oito e meia e só será religada na segunda-feira. Obrigado a todos”, disse.

Neste primeiro momento, o desligamento se concentra na região central, em ruas próximas à praça da Igreja Matriz. O local é o principal ponto de encontro da cidade.

“Eu não tenho que saber o que a população pensa neste momento de crise. Em novembro do ano passado, fui escolhido para continuar cuidando da cidade da melhor maneira possível. Se for tomar uma atitude, que seja para valer ou não tome”, disse.

O fornecimento de energia na cidade é responsabilidade de uma concessionária privada, mas a gestão da iluminação pública cabe à Prefeitura, de acordo com Caffer.

Com a iluminação desligada, a gente espera que as pessoas fiquem seguras em casa. Apaguei para estimular que as pessoas mudem de hábito neste momento de crise.

Segundo o boletim divulgado pela diretoria de Saúde, a cidade atingiu a marca de 157 casos de covid-19 confirmados. Atualmente, 13 pessoas estão em tratamento domiciliar, entre elas, uma criança de apenas um ano de idade. Desde o início da pandemia, foram registradas três mortes em decorrência da doença.

O município não possui hospital com estrutura para atender casos graves. Existe apenas uma Unidade Básica de Saúde. Por isso, foi montado um centro de triagem para atender quem apresenta sintomas respiratórios.

“A gente tem feito nossa parte oferecendo médicos e estrutura. Mas se precisar levar casos graves para UTI, não existem vagas na região. Está tudo lotado”, disse o prefeito.

UOL

Grupos ligados à direita e ao setor produtivo realizaram uma manifestação na manhã deste domingo (7), em Natal.

A carreata passou por várias ruas da cidade.

A movimentação foi encerrada com um buzinaço na frente da casa da governadora Fátima Bezerra.

Turistas e gerente de hotel se envolveram em uma confusão em Pipa. Segundo testemunhas, tudo teria começado quando a gerente pediu que os turistas colocassem máscaras quando saíam de um restaurante. Em seguida, ela teria sido chamada de ‘macaca’ e a partir de então começado a filmar. A gerente também teria sofrido um soco nas costelas desferido por um rapaz e os turistas teriam quebrado algumas garrafas de vinho que ela havia comprado.

Epidemias são gerenciadas a partir do que se convencionou chamar de semanas epidemiológicas. A partir do período de sete dias, os especialistas são capazes de mensurar a evolução da doença causadora e estudar as medidas que devem ser adotadas.

Pelos números do Ministério da Saúde, a nona semana epidemiológica de 2021, que começou no domingo (28) e terminou neste sábado (6), foi a mais fatal desde a chegada da Covid-19 ao Brasil. Nos sete dias, morreram 10.104 pessoas, enquanto outras 421.604 foram infectadas pelo novo coronavírus.

O número de mortes representa uma alta de 22,56% em relação à semana anterior, que ocupava o posto de mais letal até então, com 8.244 mortes. Já a oscilação dos novos casos foi positiva em 11,51%, superando a então pior semana, que havia sido a primeira de 2021.

Em entrevista à CNN neste sábado, a cardiologista Ludhmilla Hajjar afirmou que uma das possíveis causas do agravamento do panorama da pandemia são as novas variantes do novo coronavírus, que aparentam possuir uma característica mais transmissível.

“O que nós temos percebido é que, possivelmente, isso deva ser resultado dessa nova variante. É uma forma mais transmissível e, aparentemente, nós estamos tratando de uma doença que tem uma carga viral maior. Isso pode refletir em uma forma mais grave”, diz Hajjar.

Outros pontos de alerta para as novas variantes, sobretudo a P1, originada em Manaus, é a possibilidade de infectar mais pessoas mais jovens, que não foram consideradas em um ano de pandemia como sendo grupos prioritários para o tratamento da Covid-19.

A P1 tem a mesma mutação que a variante originada no Reino Unido, onde houve um aumento de casos graves da doença em crianças. Fenômeno semelhante já está sendo visto em São Paulo, com mais internações infantis por Covid-19 em hospitais públicos e privados.

CNN Brasil


Foto: Pablício Vieira/Ascom Arapiraca

O número de mortes por Covid-19 entre idosos com mais de 90 anos na cidade de São Paulo caiu 70% entre janeiro e fevereiro de 2021, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), obtidos com exclusividade pela TV Globo e pelo G1.

Para os infectologistas, a redução acentuada, principalmente nas mortes desse grupo, pode já estar refletindo os efeitos da aplicação das vacinas entre os idosos da cidade, que ocorreu há 30 dias.

No Pernambuco, um levantamento da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) também mostrou, por meio de dados preliminares, uma diminuição no número de solicitações de leitos de UTI para idosos com mais de 85 anos com Covid-19 no estado após o início da vacinação.

Os dados Prefeitura de São Paulo compreendem o período das primeiras semanas de aplicação da primeira dose do imunizante contra a Covid-19 na capital paulista, que começou em 5 fevereiro.

De acordo com a gestão paulistana, as mortes desses idosos recuaram de 127 em janeiro para 38 no mês passado. Os números de internações e de casos também tiveram uma queda acentuada.

Em janeiro, 246 idosos com mais de 90 anos foram internados por Covid-19 na capital paulista. Em fevereiro, o número caiu para 104, uma redução 57,7%, segundo o levantamento da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Já o total de casos confirmados de Covid-19 entre os paulistanos desta faixa etária passou de 380, em janeiro, para 144, em fevereiro, uma queda de 62,1%.

“Reflexos da vacinação”
30
Segundo a Prefeitura de SP, os números contemplam casos de residentes da capital e abrangem todos os equipamentos de saúde da cidade, sejam eles municipais, estaduais, privados ou filantrópicos.

Para o infectologista da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) Renato Kfouri, os dados são ainda preliminares em relação aos efeitos da imunização, mas “bastante animadores sobre a efetividade das vacinas na vida real das pessoas”.

“Considerando que a vacina começou a ser aplicada em 5 de fevereiro e que elas começam a fazer efeito até 15 dias depois, é possível que a redução possa já ser reflexo da vacinação, especialmente em relação às mortes”, afirmou.

“Porque, no caso da Coronavac, do Butantan, por exemplo, não há muitos dados sobre a efetividade após a aplicação da primeira dose. Tanto a Coronavac quanto a vacina de Oxford foram aprovadas pela Anvisa porque têm efetividade comprovada após a aplicação da segunda dose. Porém, esses números podem nos indicar que, mesmo na primeira dose, já pode haver o resultado positivo que o mundo inteiro busca”, diz Kfouri.

“São dados bastante preliminares e é preciso esperar os números de março e abril para que tenhamos uma conclusão efetiva. Mas se os números se mantiverem, é um resultado fantástico e confirma aquilo que a gente vem dizendo: a vacinação é boa e importante para a gente sair dessa pandemia”, completou o infectologista.

A opinião é compartilhada pelo médico Álvaro Furtado da Costa, infectologista do Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo. Para ele, a vacina contra a Covid-19 é o “único fator novo” desses últimos meses, apesar do crescimento dos casos e óbitos desde janeiro na cidade e no estado de São Paulo.

“Estamos em um momento de crescimento dos casos e das mortes pela Covid desde o início de janeiro. E desde o começo da pandemia, a gente tem dito que os idosos são os mais vulneráveis à doença. Eles obviamente são os mais resguardados e isolados. Com a chegada da vacina, essa proteção foi redobrada. Então, se a gente separar os fatores novos dessa conta, a vacina foi o único fator novo, além do isolamento. O que pode nos indicar sim que a vacina é tudo aquilo que há meses a gente defende, assim como o isolamento, que também é importantíssimo”, afirma.

Segundo o infectologista do Hospital das Clínicas, os dados preliminares da Prefeitura de SP também coincidem com outros dados de efetividade da vacina em países como o Reino Unido, onde a vacinação reduziu em 80% as internações de pacientes com mais de 80 anos.

“No Reino Unido eles aplicaram massivamente a vacina da Pfizer e da Oxford/AstraZeneca, que também é aplicada no Brasil em volume menor que a Coronavac. Mas isso indica que a Coronavac, do Butantan, que até agora foi a mais difundida e aplicada em SP, também pode ter o mesmo efeito positivo”, destaca Álvaro Furtado.

O G1 questionou a gestão municipal a que se pode atribuir a queda acentuada desses números entre janeiro e fevereiro, mas não teve retorno até a última atualização dessa reportagem.

G1

Foto: reprodução/Youtube

Brasil e Israel assinaram neste domingo (7) um acordo bilateral de cooperação na luta contra a pandemia da covid-19 e em áreas, como tecnologia e segurança.

O acordo foi selado durante um evento em Jerusalém com os respectivos ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo e Gabi Ashkenazi.

“Além da parte médica, concordamos em trabalhar juntos nas áreas de tecnologia, inovação, segurança, agricultura, ciência e espaço. Ajudaremos o Brasil de todas as maneiras possíveis e estudaremos formas de aprofundar a pesquisa e desenvolvimento de medicamentos e outras soluções para lidar com o vírus”, anunciou Ashkenazi em uma aparição conjunta com o diplomata brasileiro.

Araújo lidera a delegação brasileira em visita oficial a Israel até terça-feira (9). Entre eles está o deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, que nos últimos anos fortaleceu os laços com o governo do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

A cerimônia começou com a assinatura de uma declaração conjunta dos dois ministros, que expressaram sua simpatia mútua e elogiaram os laços entre as autoridades israelenses e brasileiras.

Araújo descreveu Israel como “um parceiro-chave em áreas absolutamente decisivas para o Brasil”, como novas tecnologias e a estratégia para enfrentar o coronavírus.

“Israel está dando o exemplo liderando o caminho na vacinação e na luta contra a pandemia”, destacou o ministro. “O Brasil também tem iniciativas interessantes em termos de pesquisa e quer compartilhá-las. Queremos ser um parceiro [de Israel] para o desenvolvimento de vacinas e medicamentos”, acrescentou.

Ainda ontem, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que há uma vacina contra a covid-19 sendo desenvolvida por cientistas brasileiros e que os resultados preliminares dos estudos serão apresentados ao governo israelense pela missão chefiada por Araújo. Está programado um encontro da delegação com Netanyahu amanhã.

Mais da metade da população de Israel já recebeu pelo menos uma dose do imunizante fabricado pela farmacêutica americana Pfizer. O país lidera a campanha de vacinação mais rápida do mundo e pretende que a maioria de sua população de 9,2 milhões de habitantes seja inoculada até o final deste mês.

O Brasil, por sua vez, aplica vacinas do laboratório chinês Sinovac e da anglo-sueca AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, com doses importadas e outras de produção local.

A pandemia teve forte impacto no Brasil, cujo presidente se destacou como um dos líderes mundiais mais céticos quanto à sua gravidade. Até agora, o país está perto de 11 milhões de infecções e ultrapassou 264 mil mortes.

R7

Foto: reprodução

Para vacinar uma idosa contra a Covid-19, a enfermeira paraibana Mayane Brito atravessou um rio andando. O gesto foi registrado na cidade de São José de Espinharas, mais especificamente na Zona Rural do município – localizado no Sertão paraibano.

De acordo com a equipe de imunização da cidade, foram vacinados a domicílio na última quinta-feira (4) todos os idosos com comorbidades e entre 80 e 89 anos na cidade. Ao menos 24 pacientes apresentavam as condições necessárias para receber as doses.

Contudo, a senhora seria a última a receber a dose por morar em local de difícil acesso. Em razão da condição, a enfermeira resolveu atravessar caminhando e precisou que alguém a buscasse de moto do outro lado para que ela chegasse até a casa onde a idosa reside.

“Não dava para atravessar de carro para ir vacinar essa idosa e só faltava ela. O carro ficou me esperando, eu atravessei a pé e eu pedi a uma pessoa amiga da senhora para me pegar de moto do outro lado do rio para eu poder vacinar a senhora”, afirmou.

Emocionada, ela disse que refletiu diante da possibilidade e desejo de que alguém fizesse aquilo pela mãe dela também. “Quando eu cheguei em casa nesse mesmo dia, me vi pensando que se fosse minha mãe – que infelizmente não está aqui mais hoje comigo, pois vai fazer cinco meses que ela faleceu – eu gostaria que um profissional de saúde atravessasse o rio para vacinar ela também”, completou.

Metrópoles

A governadora do RN Fátima Bezerra acompanhou o início da Operação Toque de Recolher na noite de sábado (6). Ao lado do vice-governador Antenor Roberto, Fátima afirmou que “a operação é um sucesso”. Para a governadora, o RN dá uma “lição de responsabilidade e solidariedade e que o momento é de muita união”.


Foto: Getty Images

Um estudo feito pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca aponta que a vacina de Oxford funciona contra a variante do coronavírus originada em Manaus, capital do Amazonas.

“Os resultados preliminares são bem adequados para P1. Indicativo que não necessita (de adaptação)”, disse ao Estadão um pesquisador brasileiro envolvido no estudo.

A pesquisa foi feita após envio de amostras pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que tem um acordo com Oxford/AstraZeneca e já começou a produzir a vacina. Existe até a previsão de que neste mês de março sejam entregues 3,8 milhões de doses ao Programa Nacional de Imunização (PNI). De acordo com a Fiocruz, a estimativa é produzir pelo menos 200 milhões de doses em 2020.

Segundo a AstraZeneca, estão sendo realizados estudos “para avaliar a resposta imune da vacina contra a variante P.1. Os dados serão publicados tão logo estejam disponíveis”.

“Acredito que até a semana que vem possamos ter a divulgação pública dos resultados”, afirmou a coordenadora dos centros de pesquisa da vacina de Oxford no Brasil, Sue Ann Costa Clemens. Ela disse que o artigo com os resultados já foi finalizado e está em processo de submissão para uma revista científica.

Olha Digital

Foto: reprodução/CNN Brasil

As exportações do Brasil para a China cresceram 12% no ano passado, de acordo com dados do Ministério da Economia.

Com o real enfraquecido, o preço das commodities brasileiras ficou atrativo para o país asiático. Por isso, a expectativa para 2021 é de crescimento ainda maior.

“É uma tendência que já existe há alguns anos e que será reforçada em 2021 porque o mercado chinês foi o primeiro a sair da crise gerada pela pandemia (de Covid-19)”, explica Fabio Silveira, diretor da MacroSector Consultores.

A expectativa de aumento em 2021 é de 18% na comparação com o total de exportações para o país asiático no ano passado.

Na Maersk, as exportações brasileiras para a China cresceram 27% em 2020. “Vejo um futuro de crescimento para o Brasil”, afirma Robbert van Troojien, vice-presidente da Maersk na América Latina e Caribe.

CNN Brasil

Imagens: cedidas

A movimentação na Orla de Areia Preta por volta das 9h50 deste domingo é praticamente zero.

A BR-101 também registra baixíssimo movimento também por volta as 9h da manhã de hoje.

Decreto da Prefeitura de Natal proíbe a concentração, circulação e permanência de pessoas nas praias urbanas do Município do Natal durante os sábados, domingos e feriados, excetuando-se a prática de caminhadas ou atividades esportivas individuais que não causem aglomeração.

Já de acordo com o decreto do Governo do Estado, o toque de recolher aos domingos é em período integral.

lula

Facebook